APÓS ANOS DE ENQUADRAMENTO, SINDICATO SE MANTÉM INCANSÁVEL NA DEFESA DOS GRÁFICOS NA BENTECH

1

Todos os trabalhadores devidamente registrados e quando há queixas sobre irregularidades neste ou em outros direitos o Sindicato da classe (Sindigráficos) atua em defesa dos empregados das empresas do ramo. Essa condição se tornou uma realidade também dos funcionários da Bentech, em Cajamar, desde quando o sindicato conseguiu provar que era uma empresa do setor gráfico e não do comércio, enquadrando-a sindicalmente de forma correta. Desde então, o registro profissional de todos os gráficos desta empresa e o pagamento dos seus direitos e os valores salariais têm sido fiscalizados pelo Sindigráficos, inclusive o pagamento das verbas rescisórias e das multas correspondentes dos empregados quando estes são demitidos. Por esta razão, sindicalistas voltaram a ser reunir com a empresa nesta semana para apurar as denúncias sobre gráficos clandestinos no local e falhas no FGTS dos trabalhadores, bem como esclarecimentos sobre outras questões.

2A reunião foi realizada na última segunda-feira (11) no Sindigráficos em Cajamar. O próprio dono da Bentech, Leandro Okamoto, participou do encontro com o sindicalista Marcelo Souza, que acompanha o caso. O empresário garantiu que não há, nem existiu, funcionária sem carteira de trabalho assinada. Ele explicou que houve alguma confusão de quem fez a denúncia ao associar os trabalhadores de um dos ex-sócios à sua empresa. Pois, agora, este ex-sócio detém um outra empresa só para a área de Montagem, sem nenhuma responsabilidade com a Bentech. O empresário foi categórico ao afirmar que seus gráficos estão registrados.

3Desse modo, a denúncia sobre haver uma trabalhadora sem registro na carteira profissional, cujo o Sindicato confirmou e interveio em defesa da referida funcionária era de responsabilidade da empresa do ex-sócio da Bentech, chamada AHZ Montagens. O sindicato confirmou a informação com os trabalhadores e se colocou à disposição de todos. Apesar disso, o sindicato garantiu com que a empregada recebesse alguns direitos e  se mantém à disposição para acionar a justiça pelos demais direitos.

Marcelo aproveitou para tratar de outra questão com a Benech. O FGTS não está sendo recolhido desde 2012. O Sindigráficos inclusive garantiu que mais de 60 gráficos recebessem o FGTS e todos os demais direitos através de ações na Justiça do Trabalho. Mas, os trabalhadores que continuam na ativa na empresa ainda permanecem com esta pendência. Apesar das justificativas apresentadas pelo dono, Marcelo alertou para a necessidade de regularização e o orientou a fazer o parcelamento de todo o débito do FGTS junto a Caixa Econômica. O empresário, por sua, reconheceu a falha e se comprometeu em corrigir esta questão.

4Apesar de não receber denúncias sobre o pagamento da cesta básica mensal, um direito definido pela Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) da classe, Marcelo pediu esclarecimento ao empresário que confirmou a regularidade. O sindicalista já confirmou a questão com os gráficos(as).

“O número de sindicalizados nesta empresa sempre foi elevado, o que  garante mais proteção aos gráficos da Bentech e que tem contribuído para fortalece a defesa dos direitos de toda a categoria em Cajamar, Jundiaí e toda Região. Sindicalizem-se a mantenham firme a defesa de todos os gráficos”, convida Leandro Rodrigues, presidente do Sindicato.