APÓS DESMONTE DA CLT, GOVERNO TEMER DECIDE BAIXAR O SALÁRIO MÍNIMO DOS TRABALHADORES A PARTIR DE 2018

Se a situação está ruim para o trabalhador da ativa e o aposentado, piorou com a volta dos neoliberais ao governo federal. Temer e sua equipe acabam de diminuir o salário mínimo. A partir de 1º de janeiro de 2018, ficará menor do que o anunciado. O valor de aumento para R$ 979, que consta na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO),  será rebaixado. O que já seria pouco, ficará R$ 10 menor. O governo quer um salário mínimo de apenas R$ 969. Atualmente, cerca de 45 milhões de pessoas no Brasil recebem salário mínimo, entre elas pensionistas e aposentados, inclusive muitos gráficos.

A proposta do governo Temer para baixar o valor do salário mínimo para 2018 foi anunciada esta semana pelo Ministério do Planejamento. Para ser confirmada, depende agora de aprovação do Congresso Nacional – aqueles mesmos deputados federais e senadores, cuja a maioria são aliados de Temer e contra os interesses da classe trabalhadora, conforme já verificado na proposta que congelou por 20 anos os investimentos em Educação, Saúde, Segurança, Moraria e etc., bem como na aprovação do projeto da Terceirização total da mão de obra e na reforma trabalhista.

FONTE: Com informações do EM, Plantão Brasil e Infomoney