Category Archives: Direto do CUT

Noite histórica leva 270 mil às ruas

Noite histórica leva 270 mil às ruas

Ato contra tarifas, solidariedade aos manifestantes agredidos na semana passada e outras causas levam milhares às ruas de todo o Brasil

Escrito por: Rede Brasil Atual

As manifestações que ganharam as ruas de várias capitais brasileiras segunda-feira (17) à noite reuniram em torno de 270 mil pessoas, segundo estimativas de grupos organizadores dos atos, num volume e numa extensão sem paralelo desde as Diretas-Já, em 1984, e o impeachment do ex-presidente Fernando Collor de Mello, em 1992.

Ao contrário destes dois episódios históricos, porém, os atos de agora não contam, ou não contavam até aqui, com o apoio de movimentos e partidos tradicionais, o que só começou a ocorrer depois da violenta repressão contra a manifestação da semana passada em São Paulo. Ontem, já era forte o envolvimento de organizações como UNE e MST, além de diversos sindicatos e outros grupos.

Segundo informações obtidas pela Rede Brasil Atual, parte desses movimentos vai juntar-se às pressões para que, em São Paulo, o prefeito Fernando Haddad (PT) reduza o preço da passagem de ônibus.

A redução das tarifas do transporte público, bem como a melhoria do serviço, continua sendo a principal bandeira dos manifestantes. Mas outras também ajudaram a encher as ruas, como os protestos contra a Copa das Confederações, além de motivos localizados diversos.

Em São Paulo, a estimativa é de que o movimento tenha reunido100 mil manifestantes, num ato que começou no Largo da Batata, em Pinheiros, zona oeste da cidade, e terminou em duas frente: metade foi para a região da avenida Paulista e metade para o Palácio dos Bandeirantes, sede do governo do estado, que teve parte de seus portões derrubados. A PM lançou bombas de gás e o grupo recuou.

No Rio de Janeiro, outras 100 mil pessoas lotaram a avenida Rio Branco e se dirigiram para uma grande concentração na frente do Palácio Tiradentes, onde fica a Assembleia Legislativa do estado, na região da Cinelândia. Após uma tentativa de invasão do prédio, houve confronto com as tropas da Polícia Militar. Pelo menos 20 pessoas teriam se ferido, seguindo a PM.

Entre as demais capitais, a que reuniu mais manifestantes foi Belo Horizonte, com cerca de 30 mil, seguida por Belém, Curitiba e Salvador, todas com 10 mil cada. Em Porto Alegre foram 5 mil, mesmo total estimado para Brasília – onde os manifestantes subiram romperam o cerco de segurança e subiram no teto do Congresso Nacional.