20/09/2011 – Choradeira Patronal

Enrolação marca primeira reunião de negociação

Mais uma vez a choradeira e enrolação dos patrões prevaleceram na primeira reunião de negociação. Ficou claro que o objetivo dos patrões era enrolar a discussão sobre os pontos realmente importantes que fazem parte da nossa Pauta de Reivindicação.

Pauta enroladora

A patrãozada apresentou uma pauta com contrapropostas que representam retrocessos absurdos.

Essa contraproposta patronal teve como pontos fundamentais a alteração da data-base para primeiro de maio, a redução de hora extra para 50%  e banco de horas, entre outros.

É óbvio que essa contraproposta serviu apenas para desviar o foco das discussões mais sérias sobre os pontos da nossa pauta. ‘‘Eu não gostaria, mas, tenho que entender que essa contraproposta chega a ser ofensiva. Não admitimos discutir nem alteração de data-base nem redução de percentual de hora-extra. Isso não é admissível’’. disse Leonardo Del Roy. ‘‘Com relação ao banco de horas é algo que não temos como prática, pois julgamos não ser o melhor para o trabalhador e não admitiremos de forma alguma a inserção desse ponto na convenção coletiva, pois isso se tornaria regra e não exceção. ’’, completou.

Esse início de negociação não apresentou perspectivas de harmonia em futuras discussões, pois a necessidade de tentar manipular o ritmo das conversas fez com que o patronal deixasse claro suas intenções.

A estratégia utilizada por eles foi criar obstáculos e deixar a discussão sobre os pontos fundamentais, como reajuste e demais avanços nas cláusulas sociais, para depois e assim enfraquecer a organização dos trabalhadores, mas isso não acontecerá.  ‘‘Parece que mais uma vez teremos que nos mobilizar e mostrar para os patrões que não estamos brincando. Campanha Salarial é assunto muito sério e não deve ser levado com tanto descaso como foi mostrado nessa primeira reunião’’, Leonardo Del Roy.

A próxima reunião acontece dia 04 de outubro e esperamos que seja levada mais a sério com discussões mais construtivas e não essa enrolação que chegou a ser constrangedora para todos.

Veja mais imagens dessa primeira reunião de negociação :