COM UNIDADE DE GRÁFICOS DA BATURROS, SINDICATO EVITARÁ TRABALHO TODO SÁBADO APÓS PRODUÇÃO MAIOR NA GRÁFICA

Nos próximos dias em Nazaré Paulista, após a demonstração de unidade da maioria dos gráficos da Baturros em torno do sindicato da classe, onde quase todos estão sindicalizados, a empresa aceitou fazer acordo coletivo de jornada de trabalho onde evitará o trabalho dos profissionais em todos os sábados, como acontece na maioria das gráficas. A previsão é de que este acordo para atender a produção mais aquecida na empresa entre em vigor em junho após assembleia dos funcionários. A decisão final sempre será dos gráficos. E assim o sindicato fará. Talvez já na próxima semana. “Enquanto na Baturros os gráficos se juntam e fortalecem o sindicato para defenderem suas condições de trabalho, evitando o trabalho todo sábado, os profissionais da cidade vizinha em Atibaia, da gráfica multilatina Nova Print, continuam optando pelo isolamento à entidade sindical e laborando de segunda-feira a sábado ininterruptamente”, diz Jurandir Franco, diretor do Sindicato. O Sindigráficos, por sua vez, permanece à disposição deles.  

Na Baturros, só quatro gráficos ainda não se sindicalizaram. E eles serão convidados para se juntarem aos demais trabalhadores do local na união com o sindicato. O convite será feito na assembleia para a formalização com a empresa do acordo onde evita o trabalho todo sábado. “Apesar da mudança no regime da jornada laboral diante da volta da maior produção na empresa, o que é positivo para preservação do emprego do gráfico e, quem sabe, até à abertura de novos postos de trabalho, o acordo também preservará o convívio social-familiar do gráfico no final de semana”, frisa.

O acordo defende o emprego dos gráficos porque atende a necessidade produtiva da empresa, mas não qualquer jornada sem considerar a parte principal da produção que é o trabalhador gráfico. “Em nossos acordos já firmados nas empresas da região, como este da Baturros, não abrimos mão de preservar o convívio social-familiar do trabalhador. Não aceitamos o serviço em todos sábados, como acontece nas gráficas onde ainda não há acordo. O acordo só permite o serviço no sábado de forma alternada. Sindicalize-se”, convida Leandro Rodrigues, presidente do Sindigráficos.

Isto acontece agora na Baturros. A empresa tem mais demanda e precisa elevar a produção através da mudança da jornada de trabalho. Defende o fim do horário administrativo para implantar o regime de turnos. Porém, como há grande unidade dos gráficos no sindicato, a entidade evita que o serviço passe a ocorrer em todos sábados, mas só de forma alternada. Assim, pelos termos do acordo, o 1º turno será das 6h às 15h de segunda à sexta-feira, inclusive no sábado que for trabalhar. E o 2º turno das 14h08 às 23h de segunda à sexta-feira; e de 10h às 19h em sábados alternados.