SENADO CONCLUI NÃO HAVER DÉFICIT NA PREVIDÊNCIA, MAS GOVERNO QUER REFORMA ENQUANTO PROTEGE PATRÕES

Acredite: o déficit da Previdência Social no Brasil não existe. É coisa da elite empresarial brasileira que não recolhe o que desconta dos trabalhadores e do governo Temer que não aperta na fiscalização. Duvida? Leia o relatório da CPI da Previdência, do senador Hélio José (PROS-DF) para quem a Previdência não é deficitária, mas, sim, alvo de má gestão, conforme apresentado nesta segunda-feira (23). No texto de 253 páginas, basta cobrar o passivo das empresas, de R$ 450 bilhões, já que Procuradoria da Fazenda Nacional diz que R$ 175 bilhões podem ser recuperados.

Porém, ao invés do governo Temer cobrar dos patrões que devem a Previdência, no mesmo dia em que o senador apresentou seu relatório final da CPI que “inexiste déficit da Previdência” no Brasil, a agência global de risco do mercado financeiro Moody’s avaliou que a janela de tempo para o governo Michel Temer aprovar a reforma da Previdência no Congresso está se fechando com a chegada do fim do ano.

FONTE: Com informações do JC e Folha