CRESCE REAÇÃO DE GRÁFICOS CONTRA ROUBO AO DIREITO DO TRABALHADOR APOSENTAR. HOJE É DIA DE PROTESTAR

Desde a festa em comemoração ao Dia do Gráfico no mês passado em Jundiaí, que a classe, liderada pelo órgão da categoria (Sindigráficos), passou a observar vários prejuízos que serão causados com as reformas previdenciária e trabalhista, se elas forem aprovadas pela Câmara dos Deputados. A primeira reforma inviabiliza a aposentadoria e a pensão do trabalhador e a segunda retira quase todos os direitos do/a trabalhador/a da ativa. Mais de 40 mulheres gráficas se reuniram depois no sindicato e também rejeitaram as reformas, como fizeram os mais de 2 mil gráficos na festa. O sindicato tem trabalhado na conscientização e pressão popular contra suas aprovações. Porém, só a reação geral do povo podem derrubá-las. É preciso pressão sobre políticos e nas ruas. Hoje inclusive é muito importante que todos gráficos de demais trabalhadores ocupem o centro de Jundiaí e também da capital paulista durante a manifestação nacional das centrais sindicais. Todos precisam entrar na luta. Outra forma de participar é enviando e-mail para os deputados federais do Estado que analisam as reformas. (Lista Aqui). No email deve dizer ao político para reprovar as reformas ou amargar depois o voto e campanha contrária na eleição de 2018. A lista deve começar pelo único deputado federal da região de Jundiaí (Miguel Haddad). O e-mail dele é o dep.miguelhaddad@camara.leg.br. O Movimento Intersindical Unificado de Jundiaí, do qual o Sindigráficos faz parte, inclusive já perguntou ao deputado qual a sua posição sobre a questão. Até o momento ele não respondeu o pleito. E termina hoje o prazo dado pelos sindicatos para Miguel Haddad (PSDB).

O Movimento Intersindical Unificado de Jundiaí e região, acompanhando a convocação das centrais sindicais de todo o Brasil, realizará inclusive nesta quarta (15) um grande ato em protesto à Reforma da Previdência e Trabalhista no calçadão da Barão de Jundiaí, a partir das 9 horas. O lugar do gráfico e demais trabalhadores deve ser nesta atividade. Hoje é muito importante que todos ocupem o centro do município e também da capital paulista durante a manifestação nacional das centrais sindicais.

O trabalhador precisa é ocupar as ruas de Jundiaí e SP. O Sindigráficos inclusive, junto do movimento sindical da região, tem feito panfletagens pelas ruas, como ocorreu esta semana, mostrando males das reformas, que estão pra ser votadas, e alertando para a necessária reação urgente do povo.

“A aceitação de nossas intervenções nas ruas tem sido grande. Percebi que parte conservadora do povo passou a olhar tais reformas como ruim para eles: estes que também são trabalhadores e serão penalizados com o fim dos seus direitos laborais e daqueles para se aposentar”, disse após a panfletagem feita no calçadão Barão de Jundiaí, Valéria Simionatto, diretora do Sindigráficos.

No local, Regina Silva e Cidinha Reis, ambas diretora do mesmo sindicato presente na ação, realçaram alguns relatos da povo contra Temer e criticando o impeachment contra Dilma, quando até existia corrupção, como continua, mas a aposentadoria se mantinha.