CUNHA FACHINNI CORRIGE FALHA NA CESTA BÁSICA E VALE-TRANSPORTE E INSTALARÁ EXAUSTORES ATÉ O VERÃO

cunha0

Mais três problemas estão com os dias contados na Cunha Fachinni, em Itupeva, com cerca de 75 gráficos, após denúncias e ação do sindicato da categoria (Sindigráficos). Na verdade, um deles já foi corrigido e os outros  já estão em processo. Em reunião com sindicalistas, gerentes da empresa reconheceram falhas com a retirada e troca de produtos na cesta básica, bem como o atraso na distribuição no vale-transporte dos trabalhadores. O vale já foi regularizado e a cesta será entregue no dia 20 com a qualidade e quantidade definidas pela Convenção Coletiva de Trabalho da classe. O terceiro problema é a falta de ações acordadas para reduzir o calor excessivo na produção, que reduziu recentemente devido ao inverno, mas logo voltará com o fim deste período mais frio. A empresa anunciou que até a chegada do verão instalará os 10 aeólicos – equipamentos para amenizar a temperatura no local – prometidos. O Sindigráficos, que acompanhará o caso, conta que o resultado positivo inicial resulta sobretudo da unidade e organização dos trabalhadores, pois a grande maioria é sindicalizado. O patrão sente a pressão maior e costuma evitar ou sanar os problemas.

cunha3Por cerca de quatro dias, os gráficos ficaram sem receber o vale-transporte para irem ao serviço, tendo que pagar do próprio bolso, conforme apontaram as denúncias feitas ao Sindigráficos. De imediato, a entidade de classe entrou em ação. A empresa, por sua vez, justificou a falha por questões administrativas, mas logo em seguida informou a correção da questão. Vale ressaltar que o sistema de transporte público em Itupeva ainda não tem bilhetagem eletrônica. O vale transporte ainda é em papel. “Mas cada trabalhador já recebeu todos os vales correspondentes à cada dia de trabalho do mês”, informou o representante da gráfica na reunião.

“O problema do calor na produção também foi discutido durante o encontro, apesar de a temperatura está agora mais amena por conta do inverno, que passará”, fala Leandro Rodrigues, presidente do Sindigráficos. Não foram instalados os aeólicos conforme negociação anterior. A empresa justificou o descumprimento por conta da falta de recursos devido a crise e a diminuição produtiva. No entanto, o sindicato questionou assim mesmo, e a Cunha Fachinni se comprometeu de instalar os equipamentos progressivamente a cada mês. A previsão é de instalar todos até o Verão – tempo em que a temperatura volta a subir e ameaçará a saúde.


cesta2Cesta Básica

Diversas denúncias sobre a retirada e mudança nos produtos da cesta básica na Cunha Fachinni chegaram ao Sindigráficos em março. Desde então, o órgão cobra uma posição sobre a questão. A empresa reconheceu agora a falha. Ela alegou que em um mês deixou de incluir o sal; e no outro, trocou o feijão carioca por preto. Disse que as alterações visavam não elevar custos com a cesta. A inflação aumentou o valor dos alimentos.

“A intenção da empresa de economizar com a exclusão e a troca de itens da cesta é ilegal porque contraria a convenção coletiva da classe”, diz o advogado do Sindigráficos, Luisinho Laurindo. Ele lembra que existe um padrão para o benefício. A quantidade e qualidade de cada produto da cesta é predefinida pela convenção.

cunha2Além de ilegal, a atitude da Cunha Fachinni para economizar  poderia sair mais caro para ela. “A convenção define multa para quem descumpri-la”, diz Jurandir Franco, diretor do Sindicato. Diante dos esclarecimentos, a empresa garantiu manter o sal e o feijão correto, bem como os itens e respectivas qualidades já definidas.

A Convenção ainda explica que a empresa deve elevar o valor do benefício quando ele é pago na forma de vale-alimentação. Seu valor deve ser o somatório do preço de cada produto vendido nos supermercados da cidade ou região da empresa. O Sindicato fez pesquisa por região. Confira Aqui! “Já no caso da entrega da cesta, como ocorre na Cunha Fachinni, ela deve ser entregue padronizada como define a convenção”, ratifica Marcelo Sousa e Valdir Ramos, dirigentes do Sindigráficos.

 

Produtos da Cesta Básica

ITEM QUANTIDADE PESO PRODUTO
01 2 pacotes 05 kg arroz agulhinha tipo 1
02 3 pacotes 01 kg feijão carioca
03 2 pacotes 01 kg açúcar refinado
04 1 pacote 500 grs café torrado e moído
05 1 pacote 01 kg farinha de trigo especial
06 1 pacote 01 kg fubá mimoso
07 3 pacotes 500 grs macarrão espaguete
08 3 latas 900 ml óleo
09 1 lata 260 grs extrato de tomate
10 1 pacote 01 kg Sal
11 1 pacote 400 grs leite em pó
12 Embalagem de papelão