DEPOIS DE SE REUNIR COM SINDICALISTAS, DONO DA D’ARTHY ANUNCIA REFEITÓRIO PARA FINAL DO ANO

darthy1 darthy2

Um novo capítulo das negociações entre sindicalistas, trabalhadores e a gráfica D’arthy, no interior de São Paulo, teve um final feliz anunciado na última quarta-feira (9), na sede da entidade de classe (Sindigráficos) em Jundiaí. Após muita pressão sindical por meses e até a eminência de ocorrer paralisações dos funcionários em 2014 e neste ano, o dono da empresa, Eduardo Freitas, acompanhado do seu gerente de Recursos Humanos, Gilson Machado, anunciou que as instalações do refeitório para os 160 empregados estarão concluídas em dezembro. Ele garantiu que os trabalhos já começam no início do próximo mês. A promessa foi feita diretamente ao presidente do sindicato, Leandro Rodrigues, que aproveita o anúncio patronal sobre o desfecho positivo da questão, para lembrar aos gráficos que melhorias efetivas sempre e somente estarão condicionadas à unidade, articulação e, quando necessário, mobilização dos trabalhadores. E, neste viés, o efetivo funcionamento do refeitório só deve ocorrer através da maior participação e sindicalização dos gráficos – condição fundamental para conseguir outra importante reivindicação: um acordo de jornada de trabalho onde reduza o trabalho nos sábados.    

darthy00“Na semana passada, voltamos a discutir sobre a retomada do serviço da reforma do refeitório dos funcionários da D’arthy, “, fala Rodrigues. A reunião contou com a participação do dono da empresa. Na ocasião, ele sinalizou o reinício das obras nas instalações no começo de outubro. A previsão para o fim da reforma foi anunciada para dezembro.

Porém, o sindicalista lembrou de que havia outro item relevante para ser abordado sobre a questão: a aquisição e montagem dos móveis e equipamentos do refeitório, com destaque aos relativos à cozinha industrial. O início efetivo do refeitório depende disso também. O proprietário da empresa aceitou fazer uma nova reunião para tratar deste assunto.

Ainda não foi definida a nova data, apenas uma sinalização de ocorrer até o dia 15 de dezembro. A união e organização dos funcionários será fundamental no processo em todos os trâmites até o definitivo início do funcionamento.

Acordo de jornada de trabalho

DARTY1O presidente do Sindigráficos, Leandro Rodrigues, aproveitou a recente reunião com o dono da D’arthy, Eduardo Freitas, junto ao seu gerente de Recursos Humanos, Gilson Machada, para tratar de assunto adicional à pauta da reforma do refeitório na empresa. O sindicalista retomou uma discussão antiga sobre a implantação de um acordo coletivo de trabalho referente à redução no número de sábados laborados pelos funcionários ao mês. Hoje trabalham todos os sábados.

O Sindicato reivindica que haja uma redução. A proposta é a de que em um ou dois sábados não tenha serviço. A empresa, por sua vez, nega existir a possibilidade de tal acordo. A razão alegada é a de que o maior fluxo produtivo e assim de trabalho da D’arthy acontece justamente nas sextas-feiras e sábados. Neste sentido, não houve avanço na discussão, mas, ao menos, ficou definida que terá uma nova rodada de negociação sobre a questão.

Contudo, a data não ficou determinada, apenas de que ela deva ocorrer até o dia 15 de dezembro. “Os trabalhadores gráficos precisam chegar junto do sindicato de verdade, sem recuar depois do cenário posto, e enfrentar a situação para ter êxito”, ressalta Rodrigues.