EM REUNIÃO COM O SINDICATO, STELLA CONFIRMA QUE PAGA SALÁRIO DOS GRÁFICOS MAIOR, INCLUINDO DIAS A MAIS DO QUE DEFINE A CONVENÇÃO

Há quase nove anos, desde que mudou o contrato de trabalho dos gráficos de horista para mensalistas, o proprietário da Stella, em Caieiras, paga o salário dos seus trabalhadores com dias a mais do que determina a Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) da categoria. A informações foi confirmada pelo dono da empresa em recente reunião com o sindicalista e gráfico do local, Carlos Martins. Pela regra convencionada, a gráfica só precisaria pagar por sete dias a mais no ano, quantitativo correspondente aos dias 31 existentes nos respectivos meses. Porém, o empresário optou por pagar como se todos os meses tivesse 31 dias, inclusive o 13º salário. Nesta empresa, quase 100% dos trabalhadores já estão sindicalizados.  

Ao invés da Stella pagar sete dias a mais, paga-se 13 dias, o que equivale a quase uma quinzena a mais por ano. Tudo foi devidamente comprovado através de reuniões com o Sindigráficos, que acompanhava o pagamento das verbas rescisórias de três profissionais demitidos recentemente. Esta regra do pagamento de dias a mais quando há a mudança do contrato de trabalho de horista para mensalista consta na cláusula 56º da convenção.

Outra regra da convenção também foi cumprida pela empresa mediante a orientação do Sindigráficos. “Toda empresa que demitiu seu trabalhador a partir de setembro, ou antes se seu aviso-prévio projetado alcançar tal mês, deve adicionar e pagar mais 2,94% no valor das verbas rescisórias. O mesmo deve ocorrer se a demissão acontecer em outubro, novembro e dezembro deste ano”, fala Leandro Rodrigues, presidente do Sindicato.

Das três demissões realizadas na Stella neste período, um trabalhador já recebeu tudo adequadamente. O mesmo não optou em continuar com o convênio médico da empresa. Os outros dois empregados escolheram permanecer pagando o convênio. E estarão recebendo todas as verbas nesta sexta-feira (4), segundo garantiu a gráfica. O Sindigráficos aproveita para parabenizar a empresa não só pelo cumprimento de seus deveres, mas pela valorização dos seus trabalhadores com o pagamento salarial de dias a mais durante estes anos, superior aos definidos pela convenção.