EMPRESAS DEVEM PAGAR 2ª PARCELA DA PLR DOS GRÁFICOS DE HOJE ATÉ QUINTA. REGRA CONSTA NA CONVENÇÃO DA CLASSE

A Log&Print, assim como acontece com a grande maioria das gráficas em Cajamar, Jundiaí, Vinhedo e região, deixou de pagar o salário mensal do gráfico no dia 30 e passou para o dia 5 do mês seguinte ao trabalhado – prazo limite permitido pela Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) da classe. Conduto, ainda assim, há gráficas que continuam pagando no dia 30. Nestes casos, o salário deve ser pago então nesta sexta-feira (30). A remuneração deve estar descrita no contracheque dos empregados. Além disso, a convenção ainda garante a Participação nos Lucros e Resultados (PLR), uma bonificação financeira, que se fosse dividida em 12 vezes ao ano, representaria mais R$ 70 no salário de todo gráfico que recebe piso.

A PLR é paga parceladamente em duas vezes durante o ano. A 1ª parcela na folha de pagamento da empresa no mês de abril. E a 2ª parcela, como houve a antecipação da data-base da classe para 1º de setembro, deve constar no contracheque do trabalhador neste mês de agosto. Um recibo em separado do holerite deve ser entregue e assinado pelo gráfico. Este recibo é a prova do gráfico e da empresa de que a PLR foi paga em dia. Logo, hoje é o prazo final para as empresas que pagam salário no dia 30.

Já na Log&Print e demais indústrias gráficas que pagam salário somente no dia 5 de cada mês, a exemplo do que ocorre na Jandaia, Oceano, Nova Página, D’arthy etc., a PLR deve ser quitada até a próxima quinta-feira. O recibo da PLR também deve ser entregue e assinado pelos trabalhadores.

O valor dessa bonificação é definido de acordo com o número de gráfico no ano passado. Mais de 80% das gráficas têm até 19 trabalhadores. Portanto, nestes locais, os gráficos receberão a 2ª parcela no valor de R$ 318, que corresponde a faixa 1 da PLR. O valor aumenta para R$ 346,08 nas empresas com 20 até 44 funcionários. Sobe para R$ 402,18 quando há 50 a 99 empregadores. A partir de 100 gráficos, paga-se R$ 467,67.

O valor da PLR é tão significativo que representa percentuais superiores até que os reajuste salariais todos anos. Se divido por mês, o valor da PLR por cada faixa é de 3,25% (gráficas com até 19 trabalhadores), 3,54% (de 20 a 44), 4,11% (de 50 a 99) e de 4,78% (a partir de 100). É um importante complemento na remuneração mensal dos empregados.  “Denuncie ao Sindigráficos para juntos, entidade sindical e trabalhadores, fazermos fazer este direito convencionado”, orienta Leandro Rodrigues, presidente do Sindicato, entidade responsável pela garantia da PLR na Convenção Coletiva da classe, com validade até o mês de agosto de 2020.