GAZETA BRAGANTINA DESFALCA CESTA BÁSICA E CLICHERIA ALPHA PAGA METADE DO VALE ALIMENTAÇÃO

braga1

Anos depois de sonegar a cesta básica dos gráficos, sendo até autuada e multada por auditores do Ministério do Trabalho, a Gazeta Bragantina volta a desfalcar este benefício alimentício de seus empregados. O caso chegou ao conhecimento do Sindicato da categoria (Sindigráficos), que já começou a tomar as medidas necessárias, por conta da denúncia dos funcionários da empresa durante blitz sindical em Bragança. A Clicheria Alpha, em Valinhos, também foi denunciada ao Sindicato por problemas relativos ao alimento dos gráficos decorrente da sonegação do direito do vale-alimentação contido na Convenção Coletiva de Trabalho da classe. Além disso, os empregados do local se queixam que não suportam mais tamanho assedio moral praticado por uma das chefias desta empresa. O Sindicato já convocou a Clicheria para uma reunião na sede da entidade em Jundiaí, e já acionou o Ministério do Trabalho para o caso do jornal.

braga2“A Gazeta Bragantina é reincidente em sonegar regras da cesta básica, pois, em 2007, foi fiscalizada pelo Ministério do Trabalho e autuada por sonegação deste direito e da Participação dos Lucros e Resultados”, diz Valdir Ramos, ao criticar a nova denúncia da falta de um pacote de arroz e a baixa na qualidade de outros itens contidos neste benefício. O dirigente informa que já solicitou uma reunião de mediação no Ministério do Trabalho, que se o jornal não comparecer será fiscalizado outra vez.

braga3Todo jornal e revista paulista é obrigado em distribuir a cesta básica ou pagar um vale-compras no valor de R$ 154, como define a Convenção específica para este segmento. A regra define inclusive a quantidade e a  qualidade dos produtos da cesta. São eles: 4 pacotes de 1 kg de açúcar refinado; 3 pacotes de 5 kg de Arroz agulhinha tipo I; 1 pacote de200 grs de biscoito recheado; 3 pacotes de 500 grs. de café torrado e moído; 1 pacote de 500 grs. de farinha de mandioca;  2 pacotes de 1 kg de farinha de trigo especial; 4 pacotes de 1 kg de feijão carioca novo; 1 pacote de 500 grs. de  fubá tipo mimoso; 4 pacotes de 500 grs de macarrão espaguete; 5 latas de900 ml de óleo de soja; 1 lata de 300 grs. de extrato de tomate; 1 pacote de 1 kg de sal refinado; 1 pote de700 grs. de goiabada em massa; 1 lata de 135 grs. de sardinha em óleo; e 1 pote de 300 grs. de tempero completo.

braga4Já a Clicheria Alpha também apresenta problemas no benefício voltado à alimentação dos seus 50 gráficos. A empresa paga apenas R$ 60 em vale-alimentação. Porém, não poderia ser inferior a R$ 135 – valor este correspondente ao somatório de todos os produtos da cesta básica nos supermercados em Valinhos. A convenção do setor gráfico obriga que a empresa do ramo deve pagar o vale-alimentação nas condições citadas.

Outro assunto também será pautado durante a reunião entre a empresa e os sindicalistas: o assédio moral praticado por um dos chefes no local diante de questionamentos dos empregados sobre os seus direitos, bem como sobre informes referentes a procedimentos de serviços. A ameaça feita é sempre de demissão. Ainda não há data definida para o encontro.