GRÁFICA NA CIDADE DE PEDREIRA REGULARIZA PLR E FÉRIAS DOS EMPREGADOS APÓS COBRANÇA CONTÍNUA DO SINDICATO

No fim de março, mesmo com a distância física da sede regional Jundiaí do Sindicato dos Trabalhadores Gráficos da região (Sindigráficos), uma empresa do ramo na cidade de Pedreira, a Jeje Mase, esclareceu para a entidade que já regularizou a irregularidade contra a CLT e a Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) da classe. A gráfica estava sendo cobrada pelo sindicato pelas falhas no pagamento do direito convencionado da Participação nos Lucros e Resultados (PLR) e a concessão e quitação correta das férias dos trabalhadores do local, antes trocadas por folgas.

O próprio dono da gráfica que ligou para o sindicalista Jurandir Franco e informou que tudo estava regularizado. E reclamou das cobranças, em especial sobre publicadas na comunicação do Sindicato sobre o tema. Jurandir aproveitou para cobrar a comunicação oficial da empresa onde confirmasse o pagamento das PLRs atrasadas e regularização da férias.  O patrão enviou um e-mail onde demonstrou tudo conforme a exigência.

“Para nós não faz diferença se a empresa é grande ou pequena, se está perto ou longe, o importante é que em todas elas existem trabalhadores gráficos. E que, quando buscam nossa proteção e estão dispostos a se unir conosco, atuamos até resolver impasses no salário, direitos e nas condições de trabalho”, diz Leandro Rodrigues, presidente do Sindicato.  Cada vez mais as leis gerais vão de contra trabalhadores. Só juntos do Sindigráficos, dando força à entidade para atuar, que o patronal respeita a classe. Logo, é mais que vital a sindicalização dos gráficos na região.

O Sindigráficos lembra inclusive que este tipo de problema sobre direitos convencionados da PLR e em relação às férias não costumava acontecer na JeJe Mase quando havia gráficos associados. O momento é de unidade da classe trabalhadora para superar os desafios da nova lei do trabalho, que extinguiu direitos e fragiliza o sindicato para deixar os funcionários submetidos aos desejos das empresas. Assim, Jurandir pede para que todos da Jeje Mase se associem urgentemente. A ação fortalecerá o Sindicato que, por sua vez, evita prejuízos aos gráficos de forma reiterada.