GRÁFICOS DA PRIMO’OS RECEBEM PLR EM ÚNICA PARCELA, MANTÊM FOLGA NO SÁBADO E FISCALIZAÇÃO DE DIREITOS

Na última semana, os gráficos da Primo’os em Louveira aprovaram novo Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) da empresa firmado com o Sindicato da categoria (Sindigráficos). Nele, houve avanços, mesmo diante de um cenário de retrocesso social e ataque aos direitos trabalhistas aprovado pelo governo Temer e por seus deputados federais e senadores aliados. O acordo determinou por mais dois anos como funcionará a jornada de trabalho no local, garantido inclusive folgas todos sábados e domingos, além do feriado no Dia do Gráfico (7 de fevereiro) e hora-extra de 150% se trabalhar nesta data. Definiu também que nenhum gráfico demitido pode receber suas verbas rescisórias sem a conferência do Sindicato. O gráfico da empresa também recebeu as duas parcelas da Participação nos Lucros e Resultados (PLR) de uma única vez durante este mês. No restante das gráficas, paga-se uma parcela em abril e outra em outubro.

“Diante de tantos benefícios, a satisfação dos gráficos foi demonstrada através da significativa aprovação. Apenas um de todos os empregados que participaram da votação secreta discordou do acordo em questão”, fala Jurandir Franco, que organizou o processo no último dia 10 no local. O acordo já está em vigor e terá validade até abril do ano de 2020. Com isso, a jornada de trabalho fica protegida independente das mazelas que estão colocadas na nova lei do Trabalho, como, por exemplo, o serviço do trabalhador por 12 horas diárias, como aprovou inclusive o deputado federal da região, Miguel Haddad (PSDB), do mesmo partido do prefeito de SP (Doria) e do governador do estado (Alckmin), estes licenciados para concorrer aos cargos de governador e presidente respectivamente.

Pelo ACT, há horários definidos para os profissionais do Administrativo (ADM), bem como para os trabalhadores dos turnos. Além do 1º e 2º turnos no local, há ainda outro turno parecido com os horários do ADM. O setor ADM trabalha de 2ª à 5ª feira das 7h às 17h30 e na 6ª feira largam uma hora mais cedo.  O 1º turno pega às 5h e larga às 15h de 2º à 5; e sai às 14h na sexta-feira. Já o 2º turno, de segunda à quinta,  começa às 13h50 e saí às 23h30; e largam às 22h30 nas sextas-feiras. E nos dois antigos turnos, que eram chamados de setores, onde todos também atuam na produção, trabalham das 7h às 17h de segunda à quinta. E, nas sextas-feiras, todos eles largam uma hora mais cedo.

“Com isso, garantimos o emprego dos gráficos e a vida social de todos, pois trabalharão nos dias de semana e folgarão nos finais de semana”, comemora Leandro Rodrigues, presidente do Sindigráficos. O dirigente também celebra a conquista de outro ponto no acordo onde mantêm a  transparência no processo de pagamento de direitos dos trabalhadores se forem demitidos. O ACT evitou a aplicação da contraditória nova lei do Trabalho onde potencializa mecanismos de sonegação de direitos dos funcionários por parte da empresa com o fim da obrigatoriedade homologação da rescisão contratual no sindicato – órgão que fiscalizava. Na Primo’os a homologação continua. “Desconfie da gráfica que não seguir o mesmo exemplo. Seu direito corre risco. Procure o Sindigráficos antes de assinar qualquer desligamento”, alerta em tempo Rodrigues.