GRÁFICOS DEMITIDOS DA VALID TERÃO UM SALÁRIO A MAIS E MESES EXTRAS DE CESTA BÁSICA E DO PLANO DE SAÚDE

Nesta sexta-feira (21), dirigentes do Sindicato dos Gráficos de Cajamar, Jundiaí, Vinhedo e Região (Sindigráficos) se reúnem com gestores da multinacional Valid para tratar da revisão de vários contratos de trabalho dos funcionários. Foram feitas mudanças contra os gráficos e precisam de correção. O encontro será na Federação estadual da classe (Ftigesp) junto aos sindicatos gráficos do Estado. Na ocasião, devido ao pleito anterior do Sindigráficos e demais entidades, também será oficializada pela empresa a liberação de benefícios extras aos gráficos que foram demitidos recentemente e aos desligamentos que estão para acontecer. “Acabo de saber que a Valid vai confirmar a liberação do valor da cesta básica nos três meses após à demissão de cada um dos 168 gráficos que serão demitidos pela redução de serviço da empresa”, diz Leandro Rodrigues, presidente do Sindigráficos. Os desligamentos acontecerão nas unidades do Poupa Tempo e Ciretrans em todo o Estado. Na região de Jundiaí, por exemplo, já ocorreram quatro dispensas até o momento. Os demitidos também terão a continuidade do convênio médico por mais três meses adicionais, mesmo com as rescisões do contrato do trabalho.

Os benefícios extras foram uma exigência do Sindigráficos com base na jurisprudência onde busca reduzir os prejuízos dos trabalhadores diante das demissões em massa. Um salário a mais também será concedido. A maioria dos trabalhadores que ganham o piso salarial diferenciado, vão receber R$ 1.283 após o desligamento da empresa. E serão pagos R$ 1.538 para todos demitidos que recebem o piso normativo da categoria.

Vale ressaltar que o Sindigraficos é sempre contra qualquer demissão de trabalhadores, muito mais quando se trata de demissões em massa. Contudo, quando são inevitáveis, devida a perda de serviços, a entidade de categoria não mede os esforços para amenizar os efeitos da injusta dispensa. Por isso que ao saber que ocorreria os desligamentos de 168 gráficos da Valid em todo o Estado, o Sindigraficos, em conjunto com os demais sindicatos da classe e Ftigesp, pleiteou um pacote de benefícios.

Além da confirmação dos respectivos benefícios aos referidos gráficos, o Sindicato aguardará durante a reunião uma resposta da Valid sobre a revogação dos ilegais contratos de trabalho de muitos funcionários, que foram modificados, reduzindo jornada e salário deles de forma sumária. O caso foi levado à Ftigesp há algumas semanas após o Sindigráficos descobrir tais mudanças no contrato dos gráficos do Poupa Tempo em Jundiaí. A empresa reduziu a jornada de 8h para 6h e a remuneração.

Foram descobertas outras dezenas de casos iguais em todo o Estado.  Para o Sindigráficos, a Justiça será acionada se não tiver a revogação, visto que a alteração ocorrida só pode acontecer se de forma negociada.  “A empresa precisa rever as mudanças realizadas, cancelando todas e na sequência negociar com os sindicalistas como deve agir, sem que de forma sumária imponha os prejuízos aos trabalhadores”, diz Rodrigues.