GRÁFICA LEAL SE MUDARÁ PARA OUTRA INSTALAÇÃO APÓS O SINDIGRÁFICOS ENCONTRAR MOFO E UMIDADE NO LOCAL

leal1

A gráfica Leal, situada em Bragança Paulista, que estava cheia de mofo e umidade em suas instalações, como constatou uma blitz do Sindicato dos trabalhadores da categoria (Sindigráficos), prejudicando a saúde de todos no local, mudará de lugar. A informação foi repassada ao sindicato durante reunião há poucos dias, solicitada pela entidade de classe para cobrar soluções imediatas sobre este e outros possíveis problemas. Na ocasião, foi cobrado à gráfica comprovantes do pagamento de parcelas da Participação dos Lucros e Resultados (PLR), pois havia denúncias de estarem pendentes. E ela precisava apresentar, sob pena de sanções.  

LEAL3“Ainda não foi revelado o novo endereço que a empresa se instalará em Bragança”, diz Jurandir Franco, diretor do Sindigráficos. No entanto, a representante da gráfica, presente na reunião, garantiu que já está de mudança. O Sindicato, por sua vez, adiantou que visitará o novo local, a fim de verificar que os trabalhadores não correm risco nenhum, referente à saúde e segurança, conforme determina a legislação trabalhistas.

Em relação à PLR em atraso, como apontavam as reclamações, a empresa apresentou vários comprovantes de quitação do benefício. A denúncia dizia que nenhum das duas parcelas fora pagas no ano passado. No entanto, a gráfica mostrou os comprovantes das parcelas em questão. Ela ainda apresentou o comprovante da 1º parcela da PLR paga este ano. “Confirmamos tal pagamento junto aos gráficos na porta da empresa nos últimos dias”, informa Franco.

LEAL1PLR

O dia 5 de abril foi a data limite para as gráficas pagarem a 1ª parcela da PLR. O valor da PLR varia de acordo com o número de funcionários na gráfica. A 1ª parcela da PLR é de R$ 302,86 em empresas com até 19 trabalhadores. Sobe para R$ R$ 329,60 nas gráficas com 20 a 40 funcionários. É de R$ R$ 383,03 quando trabalham de 50 a 99 empregados. E vai para R$ 445,40 a partir de 100 gráficos na empresa.