GRÁFICOS DA EMEPE PRESTES A GARANTIR MAIOR TEMPO PARA REFEIÇÃO E TRABALHO EM SÁBADOS ALTERNADOS

EMEPE0EMEPE1

Nesta terça-feira (5), sindicalistas e representantes da Emepe trataram de um acordo onde garante uma redução de jornada de trabalho, com maior tempo para refeição e folga em sábados alternados. A empresa aceitou a exigência do sindicato de elevar de 30 minutos para uma hora, o tempo da refeição dos 210 gráficos, e manter o trabalho nos sábados alternados (1º e 2º turnos) e nos domingos alternados (3º turno). Na reunião, o texto do acordo onde consta tais benefícios já foi apresentado ao Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Gráfica de Jundiaí e Região (Sindigráficos), que estará analisando detalhadamente todas as cláusulas junto ao setor jurídico, antes da assembleia com os funcionários da Emepe, que será realizada no dia 18. O encontro visa deliberar sobre a validade do acordo.

leandro“Se não houver divergência no texto do acordo proposto pela Emepe, este será o primeiro acordo com uma empresa na região de Jundiaí onde o trabalhador terá garantido os sábados alternados e uma hora de refeição”, pontua Leandro Rodrigues, presidente do Sindigráficos.

Existem outras empresas que têm acordo de folgas alternadas na região, mas o tempo para a refeição é menor, a exemplo da Nova Página e da Gráfica Rami, em Cajamar e Jundiaí respectivamente.

O dirigente explica que o fato do avançado acordo está para se consumar primeiro na Emepe é resultado de outras lutas e direitos adquiridos no passado, bem como do maior nível de mobilização dos trabalhadores da Emepe em prol dos seus interesses, por meio da expressiva participação e articulação junto ao sindicato.

Já existe data para os funcionários da Emepe desfrutar de um maior tempo para a refeição sem perder os sábados de trabalho alternados, garantindo maior qualidade na hora da alimentação e vida social ao trabalhador nos finais de semana em que folgar.

EMEPE2“Se tudo correr dentro da previsão, o acordo passa a valer a partir de 1º de julho”, conta Rodrigues. O prazo é necessário para a empresa preparar sua logística para implementar os benefícios.

Entretanto, o dirigente ratifica aos funcionários que tudo vai depender da análise jurídica minuciosa do texto do acordo entregue ao Sindigráficos nesta terça-feira (5). Caso tudo esteja adequado, o acordo passará para aprovação dos trabalhadores no próximo dia 18.

Em média, os trabalhadores dos três turnos terão uma redução de jornada de cerca de três anos semanais. Além disso, no sábado em que trabalhar, o gráfico receberá hora-extra no valor de 80% adicional da hora normal de trabalho, conforme acordo firmado anteriormente com a Emepe. E de 100% de hora-extra no serviço em dias de domingo.

“Vale lembrar que, de acordo com o texto do acordo, a empresa também não poderá trocar os funcionários de turno, exceto quando para substituição temporária de empregados em função do gozo de férias e de licenças do INSS”, alerta Rodrigues.

O acordo vai englobar os funcionários dos setores de Pré-impressão, Acopladeira, Guilhotina, Impressão, Corte e Vinco, Acabamento (colagem e destaque), Qualidade, Expedição, Almoxarifado, manutenção e PCD.

“Vamos informar durante a assembleia com os trabalhadores no próximo dia 18, como será distribuída a escala de serviço e de folga por turno”, diz Rodrigues.

O dirigente aproveita para alertar aos trabalhadores para ficar sempre alerta e preparados para lutar enquanto não é consolidada de fato a negociação deste benefício, que já se arrasta há seis meses.