Gráficos iniciam Campanha Salarial pela Log & Print

DSC_0153

Os Gráficos do Estado de São Paulo iniciaram nesta quarta-feira, dia 24, a Campanha Salarial Unificada da categoria, através de assembleias realizadas com os trabalhadores da empresa Log & Print, em Vinhedo. A atividade encabeçada pelo Sindicato dos Gráficos de Jundiaí e região contou com o apoio dos sindicatos de Guarulhos, Sorocaba, Taubaté, Piracicaba, Campinas, São Paulo, além do Sindicato dos Bancários de Jundiaí e região.

A categoria reivindica 6% de aumento real e 100% da inflação acumulada no período de 1º de novembro de 2013 e 31 de outubro de 2014, além da manutenção de cláusulas preexistentes na Convenção Coletiva. Neste ano os gráficos irão bater de frente com a rotatividade nas empresas, que cresceu 82% em 2013. (Veja as principais reivindicações abaixo)

A maioria dos trabalhadores da Log & Print aprovou a participação dos sindicatos filiados a FTIGESP (Federação dos Gráficos do Estado de São Paulo) e CONATIG (Confederação Nacional dos Trabalhadores Gráficos) para conduzir as negociações. “A escolha da Log & Print como marco do lançamento da campanha se deu por ela ser a maior empresa do setor gráfico do interior com mais de 700 funcionários”, informa Leandro Rodrigues, presidente do STIG Jundiaí.

A primeira rodada de negociações com o Sindicato Patronal (SINDIGRAF) está agendada para o próximo dia 7 de outubro, porém antes estão programadas diversas assembleias com gráficos de empresas do Estado. A próxima ocorre nesta sexta-feira, dia 26, na ServCamp em Valinhos pela manhã e Emepê em Vinhedo no período da tarde.

PRINCIPAIS REIVINDICAÇÕES DA PAUTA

– INFLAÇÃO: 100% de reposição;

– AUMENTO REAL: 6%;

– HORAS EXTRAS: 100% dias normais e 130% aos domingos e feriados;

– PLR: Aumento na tabela conforme reposição;

– CESTA BÁSICA: Melhorias em geral;

– APOSENTADORIA: Com dois anos garantia de emprego e salário;

– FÉRIAS: Garantia de emprego por 60 dias, com multa de um salário nominal em caso de demissão;

CLÁUSULAS NOVAS:

– Promoções com aumento salarial;

– Jornada de trabalho para 40 horas semanais;

– Dia do Gráfico (7 de Fevereiro);

– Garantia de trabalho ao empregado acidentado com sequelas e readaptação;

– Auxílio alimentação;

– Estabilidade provisória de 90 dias da data base.