LOG&PRINT RECONHECE ERRO E ACEITA CRIAR GRUPO DE DISCUSSÃO PARA TRATAR DA JORNADA DE TRABALHO

COMISSAO LOG1Na quinta-feira (25), foi dado um passo importante para evitar ameaças patronal à jornada de trabalho dos gráficos da Log&Print, em Vinhedo. A empresa, durante reunião com a entidade de classe dos trabalhadores (Sindigráficos), aceitou criar medidas para garantir o cumprimento e o aperfeiçoamento dos direitos trabalhistas contidos no Acordo Coletivo de Trabalho (ACT). A medida consiste na abertura de uma agenda contínua com o sindicato para tratar de pontos relativos a adequações da jornada, quando necessárias. E ainda aceitou antecipar o início do debate sobre a renovação do ACT, que perderá a validade em setembro. Também concordou com a reivindicação sindical voltada à proteção da saúde e da segurança dos funcionários, através da inclusão de uma sindicalista nas reuniões da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa) da empresa, a fim de garantir o funcionamento necessário e sistemático.

LOG3As ações da Log&Print resultaram da pressão recente do Sindigráficos depois que, há duas semanas, a empresa obrigou funcionários do 3º turno a laborar três horas a mais antes do início da jornada no domingo, descumprindo as regras do ACT. O caso logo chegou ao conhecimento do sindicato que convocou os setores Jurídico e de Recursos Humanos da empresa para resolverem a questão e por fim a tal irregularidade.

“Durante o encontro, a empresa, representada pela advogada Veridiana Police, e o gerente de RH, Ricardo Iamamoto, reconheceu a falha ao ampliar a carga-horária de trabalho de funcionários, sem tratar com o Sindigráficos, contrariando o ACT, embora alegaram que se tratou de um caso atípico e pontual, em decorrência da manutenção de algumas máquinas do setor de impressão”, conta Leandro Rodrigues, presidente da entidade de classe.

valeeriaDiante da questão, ainda que atípico e eventual, a Log&Print se comprometeu em não mais fazer algo do tipo, sem antes, negociar a situação com os representantes da categoria. Foi ai quando o Sindigráficos requereu a criação de uma agenda permanente para tratar de pontos relacionados à jornada de trabalho no cotidiano da fábrica.

Diante da proximidade do fim do prazo de validade do ACT que trata da jornada de trabalho dos funcionários da Log&Print, agora em setembro, o Sindigráficos requereu o início imediato das negociações para garantir a renovação do mesmo, com novas regras em favor dos trabalhadores. A empresa aceitou a proposta para começar o debate. Os sindicalistas Jurandir Franco, Valdir Ramos e Valério Siomionatto, todos gráficos da Log&Print, farão parte da comissão de negociação. Eles já vão começar a conversar com os funcionários para receberem propostas em relação a possíveis melhorias na jornada de trabalho. O atual ACT garante a folga em um sábado por mês, entre outros itens.

LEO“A nossa principal reivindicação é reduzir a jornada nos finais de semana”, pontua Rodrigues. Todavia, o dirigente antecipa que será preciso muita unidade e mobilização para conseguir trabalhar em sábados alternados, como desejam a maioria, pois a empresa já sinalizou a impossibilidade disso acontecer, devido à produção maior ocorrer justamente no fim  de semana, para atender os principais clientes (revistas semanais de abrangência nacional).

Além disso, o Sindigráficos conseguiu outra importante medida em favor dos trabalhadores, especificamente em relação à saúde e segurança. A Cipa da Log&Print contará com mais uma participante, representando o Sindigráficos. Valéria, que é do setor de Acabamento da empresa, terá o direito de participar das reuniões da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes. A empresa concordou. “A presença de Valéria na Cipa vai qualificar a atuação da Comissão, uma vez que a sindicalista poderá  acompanhar tudo de perto e por dentro, contribuindo para garantir o devido encaminhamento das ações dos cipeiros”, comemora Rodrigues.

SINDIGRÁFICOS NA FTIGESP

POSSE

Seguindo a tradição, representantes dos gráficos de Jundiaí e Região (Sindigráficos) continuam marcando presença na direção da Federação dos Trabalhadores nas Indústrias Gráficas do Estado de São Paulo (Ftigesp). Foram empossados no dia 18 do último mês, o presidente e o tesoureiro do Sindigráficos, Leandro Rodrigues e Jurandir Franco respectivamente. Leandro é o novo secretário geral da Federação. E Jurandir assumiu a suplência da direção executiva da entidade estadual. Também foi empossado o diretor do Sindigráficos, Leonardo Del Roy, na condição de Membro do Conselho Consultivo. da Federação Estadual.