MELHOR DEFESA É O ATAQUE. SINDIGRÁFICOS APRESENTA METAS PARA A CATEGORIA ENFRENTAR DESAFIOS DE 2016

sind

O ano de 2015 foi bastante difícil para a vida da classe trabalhadora e os problemas devem continuar este ano. Dessa forma, a fim de não ver mais duros ataques aos direitos trabalhistas e empregos, a categoria gráfica precisa se preparar para unificada enfrentar tais desafios em 2016. E, como todos já sabem, a melhor forma de se defender é atacando. Portanto, não resta outro caminho senão intensificar as formas de organização dos gráficos, através da aproximação e da mobilização da classe junto ao Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Gráficas de Jundiaí e Região (Sindigráficos). Várias iniciativas serão amplificadas este ano, entre elas as visitas nas portas das gráficas para escutar ainda mais os trabalhadores e atender suas reivindicações. Juntos somos sempre mais fortes, sindicalize-se e vamos para o ataque.

PREV4“Além do maior número de visitas nas empresas, é preciso avançar mais na organização dos trabalhadores atuando junto com a Cipa”, destaca o presidente do Sindigráficos, Leandro Rodrigues. Ele ainda defende que seja aperfeiçoada as atividades sociais voltadas ao lazer e ao bem-estar do gráfico sindicalizado e seus familiares, a exemplo de excursões para o Recanto dos Gráficos, torneios esportivos e diversos eventos, dentre outras ações.

Além disso, o Sindigráficos avalia que deve avançar mais no projeto de comunicação da entidade, o qual foi reformulado e fortalecido em 2015, mostrando ser uma ótima ferramentas para socialização das lutas em defesa da categoria, e para expor as empresas que sonegam os direitos dos trabalhadores. Toda segunda, quarta e sexta-feira têm uma notícia nova no site e no face do sindicato sobre alguma luta em defesa dos empregados da categoria.

ataqueRodrigues frisa que também será preciso trabalhar mais forte na formação política dos dirigentes sindicais e dos trabalhadores nas empresas, no sentido de preparar ainda mais para os grandes desafios propostos para 2016. Também será necessário o Sindigráficos fazer gestão ao Poder Público, cobrando dele projetos de requalificação profissional para os gráficos, bem como a manutenção dos postos de trabalho. E, indispensavelmente, é fundamental avançar nas conquistas coletivas da categoria, lutando pela reposição de salários e qualificação do poder de compra, além de mais direitos na Convenção Coletiva de Trabalho do Gráficos.