MINISTRO DE BOLSONARO QUER CORTAR VERBA DO SENAI, ENTIDADE RESPONSÁVEL PELA FORMAÇÃO DOS GRÁFICOS

Paulo Guedes, o futuro ministro da Economia de Bolsonaro,defendeu nesta segunda-feira (17), no Rio de Janeiro, cortes no chamado ‘Sistema S’, que engloba organizações do sistema produtivo, como Sesi, Senai e Sesc, entre outros. Segundo ele, o corte pode chegar a 50% dos recursos. “Eu acho que a gente tem que cortar pouco para não doer muito. Se tivermos interlocutores inteligentes, preparados, que quiserem contribuir como o Eduardo Eugênio (presidente da Firjan), a gente corta 30%. Se não tiver, é 50%”, disse ele.

 

FONTE: Com informações do G1