MUDANÇA NO HORÁRIO DE TRABALHO NA FLEXOPRINT PODE EVITAR PROBLEMA NO TRANSPORTE DE GRÁFICOS NA HORA DA VOLTA PARA CASA

Os profissionais da planta filial de uma gráfica paranaense em Indaiatuba enfrentam problemas para voltarem para casa quando largam. A empresa é a FlexoPrint, situada no distrito industrial, distante do centro da cidade. E o problema de transporte aumenta substancialmente para os gráficos do 2º turno por conta do horário diário do expediente. Eles largam sempre após a meia-noite, horário quando reduz radicalmente o sistema público de ônibus. Um ajuste na jornada de trabalho poderia reduzir essas dificuldades e fazer ainda com que pudessem chegar mais cedo em casa. O sindicato da classe se reuniu com a empresa há alguns dias para tratar da questão. A decisão final ficará a cargo da matriz da companhia no PR.

Além do benefício para os gráficos do 2º turno, a mudança do horário da jornada semanal de trabalho poderá beneficiar de outra maneira o pessoal do 1º turno. “A nossa intenção é fazer com que todos larguem pelo menos uns 30 minutos mais cedo. Se isto ocorrer, os trabalhadores do 1º turno poderão, por exemplo, ter tempo hábil para chegar e serem atendidos em agências bancárias; enquanto que o pessoal do 2º turno pegar o coletivo público antes da meia noite”, diz Jurandir Franco, diretor do Sindigráficos.

O sindicato tem tradição na região de defender a melhoria da jornada dos trabalhadores. Desde 2003, quando os atuais líderes do órgão assumiram o comando da entidade, diversos acordos coletivos de trabalho já foram firmados com várias gráficas neste sentido. Hoje 25% da categoria já é beneficiada por algum acordo desses. Alguns com a jornada só de 2ª a 5ª feira, outros com expediente de 2ª a sexta-feira. E outros até sábado, mas alternado, além dos benefícios em busca da qualidade de vida do gráfico.

Nesta mesma lógica, o Sindigráficos colocou para a direção da Flexo Print a sua condição para construir um acordo de jornada para os empregados. “É preciso ter benefícios para a vida social do trabalhador. Portanto, como o expediente no local já é de segunda a sexta, o benefício inicial precisa garantir que larguem mais cedo diariamente”, pontou Leandro Rodrigues, presidente do Sindicato. Uma proposta foi exposta e já está em análise.

O desfecho positivo, no entanto, com melhores conquistas, dependerá da integração dos gráficos junto ao órgão sindical. É crucial a sindicalização. Atualmente, o 1º turno inicia às 5h e larga às 14h48, enquanto o 2º turno pega às 14h43 e larga às 0h13. A proposta inicial é que o 1ª turno possa concluir o expediente às 14h18 (30 minutos antes), e o pessoal do 2º turno às 23h20 (44 minutos mais cedo em tempo de pegar o coletivo público). A Flexo Print tem 50 trabalhadores em Indaiatuba e mais 200 no Paraná.