NOVA PÁGINA INVESTIRÁ EM TREINAMENTO DAS CHEFIAS PARA EVITAR ABUSO E QUALIFICARÁ SEUS GRÁFICOS(AS)

nova1

Após as denúncias sobre assédio moral por parte das chefias da Nova Página contra os gráficos, com a devida apuração e intervenção no caso pelo Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Gráficas de Jundiaí e Região (Sindigráficos), a empresa oficializou o início de ações voltadas para coibir tais procedimentos abusivos por parte de seus gerentes. Na última semana, a Nova Página enviou um documento para o sindicato, conforme estava acordado, comprometendo-se em preparar melhor a gestão da empresa, com treinamento de chefias por consultoria técnica  em Gestão de Pessoas. Outra ação será a adequação de procedimento na execução de medidas disciplinares aos funcionários, com base no que define a lei. Além disso, investirá na qualificação dos empregados e adotará medidas para garantir conforto para as funcionárias gestantes.

nova2Em relação à qualificação dos funcionários, a empresa se comprometeu em realizar formações específicas para cada função em ocasiões necessárias. De acordo com o documento apresentado ao Sindigráficos, a Nova Página realizará treinamentos para os empregados na função de cada um, sempre que houver novas atividades nos respectivos setores (processo de produção de novos produtos). Os gráficos serão treinados para a execução desse trabalho diferenciado da rotina produtiva.

Outro ponto em especial será as iniciativas da empresa para coibir os abusos das chefias contra seus subordinados. Haverá uma preparação da gestão, para valorização do capital humano. “Diante das condutas que as chefias vêm tomando com seus subordinados, haverá treinamentos para evolução dos profissionais”, diz o Setor de Recursos Humanos da Nova Página. A empresa também informou a contratação de uma consultoria para o desenvolvimento dos gestores, bem como a reestruturação de alguns procedimentos utilizados pelos mesmos.

cidinhaO trabalho e a locação de setor das funcionárias gestantes também será melhorado. Depois da pressão do Sindigráficos, a empresa solicitou um laudo técnico de um médico do trabalho para verificar o local de trabalho e o serviço desenvolvido pelas funcionárias gestantes da Nova Página, atualmente são duas. A recomendação médica indica que as gestantes precisam do auxílio de duas outras colaboradoras para realizarem suas tarefas. Além disso, durante serviços que venham a ser caracterizado algum tipo de desconforto para as futuras mamães e seus filhos, haverá um revezamento delas para outro setor da empresa. A Nova Página já confirmou que atenderá tais recomendações indicadas pelo médico.

Quanto à aplicação das medidas disciplinares, quando necessárias, a empresa montará um treinamento para todos os gráficos nos próximos meses. Serão expostas aos funcionários todas as regras das medidas necessárias, em consonância com a legislação trabalhista. Ou seja, será demonstrado quando deverá existir a aplicação das respectivas medidas disciplinares aos funcionários, bem como as consequências, as formas de recorrer das punições, quando há o obrigatoriedade da assinatura das punições, quanto à validação delas e etc.

“O compromisso assumido pela empresa para evitar excessos é muito importante, assim como as respectivas medidas para melhorar a vida dos trabalhadores, mas o Sindigráficos se manterá em Estado de Alerta com relação aos abusos promovidos por suas chefias”, informa Leandro Rodrigues, presidente da entidade de classe. O dirigente adianta que se algo do gênero voltar acontecer contra os funcionários, o sindicato ira promover um protesto na porta da Nova Página no sentido de buscar resolver os problemas definitivamente, já que este tipo de problema de assédio moral sempre é recorrente na empresa.