PAGUE 2ª PARTE DA PLR DO GRÁFICO NA FOLHA DESTE MÊS. ALTAFREQUÊNCIA E DEMAIS GRÁFICAS EVITEM PREJUÍZOS

O mês de setembro inicia com uma boa notícia para todos trabalhadores das gráficas. A folha salarial será maior em função do pagamento da 2ª parcela da Participação dos Lucros e Resultados (PLR) – direito contido na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) da classe, que foi mantida na última campanha salarial. Todas gráficas devem pagar aos funcionários que laboraram em 2016. O valor varia conforme o número de gráficos. A empresa Altafrequência, enquadrada como gráfica no ano passado pelo Sindicato da Classe (Sindigráficos), também deve pagar a 2ª parcela da PLR e sem atrasos, como, infelizmente, ocorreu no pagamento da 1ª, o qual, ainda assim, só se deu após cobrança sindical e a quase denúncia ao setor de fiscalização do Ministério do Trabalho frente à irregularidade e à ausência de resposta. A 2ª parcela deve ser paga até 5 de outubro.

“Se não tivesse procurado agora o Sindicato para informar o pagamento da 1ª parcela, o dono da Altafrequência, que foi prefeito em Bom Jesus dos Perdões, local onde a empresa funciona, ela poderia ficar impedida de disputar concorrência pública, se autuada e multada pelos fiscais do Trabalho caso verificado pendências da PLR nos termos da convenção”, conta Jurandir Franco, diretor do Sindigráficos, responsável pelo caso. O sindicalista inclusive cobrou e recebeu há pouco da empresa recibos de pagamento, como a gráfica garantiu existir e deixou à disposição para consulta. E ele já adverte que dia 5 de outubro deve-se pagar a 2ª parte da PLR- prazo que a Altafrequência e as demais gráficas devem pagar.

Os trabalhadores devem denunciar ao Sindicato qualquer sonegação. O sigilo é garantido. As providências serão tomadas. A depender do caso, pode ser uma conversa com a empresa amigavelmente ou no Ministério do Trabalho, ou até mesmo no Ministério Público ou uma ação judicial. Os experientes advogados da entidade estão inclusive à disposição dos sindicalizados sem custos, porque o serviço já é mantido pelas filiações deles. Aqueles que ainda não são associados podem e devem fortalecer o Sindigráficos para continuar defendendo o cumprimento dos direitos da classe. Gráfico, evite o isolamento. Sindicalize-se AQUI e proteja-se!

Os gráficos da Altafrequência, por exemplo, precisam se sindicalizar. O Sindicato fez a sua parte, enquadrando a empresa como gráfica. A ação permitiu que os empregados passassem a ter o direito de receberem agora sua PLR e mais 85 direitos contidos na convenção da categoria, como um piso salarial e uma cesta básica bem maior do que possuíam. Além de garantir tamanhos benefícios, o Sindicato forte é indispensável para poder continuar defendendo tais direitos existentes. Os gráficos da Altafrequência e demais empregados ainda não sindicalizados precisam fazer sua parte. Filie-se ao órgão de classe. Não fique só. Sindicalize-se!