GRÁFICAS PEQUENAS NÃO SÃO FOCO DO GOVERNO E SEBRAE MOSTRA QUE 86% DOS PATRÕES NÃO CONSEGUEM RECURSO

Embora mais de 80% das indústrias gráficas do estado e do Brasil são formadas por micro e pequenas empresas, e  mesmo diante da maior crise sanitária e econômica provocada pelo coronavírus, o ministro da Economia do governo Bolsonaro, Paulo Guedes , fez declaração só preocupado em ajudar as grandes empresas. O depoimento do ministro foi revelado através de vídeo da reunião ministerial, que está repleto dos maiores palavrões e teorias conspiratórias, divulgado na última sexta-feira (22), pelo ministro do STF, Celso de Mello, demonstra o desprezo do governo federal com pequenas e médias empresas, onde trabalham a maioria dos gráficos. A posição mostra o porque, apesar do governo ter anunciado uma série de ações de ajuda para empresas seriamente afetadas pela crise causada pela covid-19, esses recursos não estão chegando aos empreendedores. Conforme pesquisa do Sebrae, com parceria da Fundação Getúlio Vargas, 86% dos empreendedores que buscaram crédito entre 7 de abril e 5 de maio tiveram o empréstimo negado ou ainda estão sob análise. Desde o início das medidas de isolamento, apenas 14% daqueles que solicitaram crédito tiveram sucesso.

 

FONTE: Com informações da Carta Campinas e Diário e Canoas