SENADO APROVA LEI PARA GOVERNO PAGAR SALÁRIO DOS GRÁFICOS POR MESES, MAS BOLSONARO QUER REDUÇÃO SALARIAL TOTAL OU DE ATÉ 70%

A fim de garantir o salário e o emprego de todos os trabalhadores, mesmo que as empresas parem e que os funcionários fiquem de quarentena pelos próximos meses por conta do coronavírus, o Senado aprovou ontem um programa que permite acordos entre o governo federal e empresas para evitar demissões. Pelo texto, que integra o “pacotão social”, o governo pagará até três salários mínimos (R$ 3.135) por trabalhador formal em acordos firmados com empresas durante a pandemia do coronavírus, desde que ele não seja demitido pelo período de 12 meses. A proposta ainda precisa ser analisada pela Câmara. O governo Bolsonaro, por sua vez, anunciou no mesmo dia, a sua medida provisória que vai permitir às empresas reduzir jornada e salário de funcionários em até 70% por até três meses, ou suspender totalmente o contrato de trabalho e o pagamento de salário por até dois meses.

FONTE: Com informações do UOL e O GLOBO