SENADO DERRUBA PERMISSÃO QUE BOLSONARO E DEPUTADOS DARIAM PARA GRÁFICAS FUNCIONAREM AOS DOMINGOS COMO EM DIAS NORMAIS

O Senado aprovou nesta quarta-feira (21) o texto da Medida Provisória (MP) 881 de Bolsonaro, já aprovada pela maioria de deputados federais aliados, que ficou conhecida como “MP da Liberdade Econômica”. Contudo, em uma mudança importante, os senadores derrubaram as mudanças relativas à permissão para o trabalho aos domingos e feriados. “Se os senadores não tivessem rejeitado, o domingo deixaria de ser sagrado e o governo daria permissão para as empresas criarem um tipo de banco de horas perverso”, diz a Confederação Nacional dos Trabalhadores Gráficos (Conatig). A entidade revela que seria o fim da missa, do culto e do futebol de domingo do gráfico, sob o pretexto da desburocratização da empresa, medida de Bolsonaro, já aprovada pelos deputados, que daria uma folga ao domingo só uma vez ao mês. 

 

FONTE: Com informações do Valor e da Conatig