SINDICALIZADOS E JUNTOS, GRÁFICOS DA INAPEL ATROPELAM REFORMA TRABALHISTA E MANTÊM JORNADA DE 2ª À 5ª FEIRA

Com metade dos gráficos da Inapel, em Jundiaí, já sindicalizados, e os demais podendo fazer igual, dando força de negociação ao Sindicato da categoria (Sindigráficos), foi mantido um acordo entre a empresa e seus funcionários onde a jornada semanal de trabalho só vai de 2ª a 5ª feira. Com isso, os trabalhadores ficam três dias livres para descanso, curtir a família e outras atividades, inclusive o lazer no Recanto dos Gráficos em Itanhaém – pousada exclusiva para gráficos, familiares e convidados. E estes dias remunerados sem serviço na semana podem ser até maiores quando coincidem com feriado, como ocorreu na última semana, quando o 7 de Setembro foi na quinta-feira, elevando as folgas para quatro dias seguidos. Frente o grande número de filiados no local e que ainda pode ampliar, o sindicato conseguiu renovar por mais dois anos este Acordo Coletivo de Trabalho (ACT), o qual venceria este mês. É a 3ª renovação dele, aprovada pelos gráficos, mesmo agora com a reforma trabalhista.  

“O caso deste avançado acordo na Inapel em atendimento à solicitação  dos próprios trabalhadores da empresa é uma prova real de como esta reforma trabalhista do governo Temer, que entra em vigor no dia 11 de novembro, pouco pode fazer contra os gráficos quando estão unificados entre si e em torno do Sindigráficos, filiados e participando das decisões de seus interesses”, avalia Leandro Rodrigues, presidente do Sindicato da classe.

Dos cerca de 90 funcionários da Inapel, 83 deram sua opinião sobre o assunto de forma direta e democrática, garantido a jornada de segunda a quinta-feira. Cada um deles participou diretamente votando há duas semanas. Os 18 empregados do setor Administrativo fecharam questão pela manutenção desta jornada de trabalho só com quatro dias. Já os gráficos dos dois turnos da empresa, apenas um funcionário não concordou com essa condição, sendo garantida a decisão da maioria.

Além da jornada com menos dias, oportunizando mais dias de folgas na semana, o ACT também garantiu a manutenção do feriado remunerado do Dia do Gráfico, celebrado no dia 7 de fevereiro todo ano. O processo de escolha pela garantia deste acordo foi acompanhado pelo técnico de Segurança do Trabalho da Inapel, Rogério Souza, representando a sua empresa, bem como pelo presidente do Sindigráficos em prol da classe.

“Numa conjuntura recessiva como a atual, não só de crise econômica, mas de retrocesso político desde quando Temer tomou a Presidência do País com apoio de deputados e senadores aliados, os quais aprovaram a reforma trabalhista para limitar os direitos atuais, a consolidação deste ACT é mais que simbólica, mas é real pois mostra que gráfico unificado e sindicalizado, participando da luta em defesa de seus direitos, não tem o que temer, mas deve garantir os direitos e até avançar”, diz Rodrigues. Ele aproveita este exemplo e convoca os gráficos de todas as empresas para a campanha salarial unificada da categoria paulista deste ano, que, não por acaso, tem o slogan Resistir para Avançar. Sindicalize-se AQUI!