SINDICATO ATUA EM EMPRESA E GARANTE SALÁRIO INTEGRAL APÓS DENÚNCIA DE QUE OS GRÁFICOS RECEBERAM SÓ R$ 200

Nesta quarta-feira (12), uma semana depois de ter pago apenas R$ 200 aos gráficos ao invés do salário completo, sendo preciso a intervenção do sindicato no dia seguinte para a Cunha Facchini garantir o restante, terá uma reunião entre a empresa e a entidade para regularizar a situação. No local, onde há um bom número de trabalhadores associados, o sindicato buscará a garantia de que não haverá atrasos no salário de dezembro. A segunda parcela do 13º salário também será cobrada, já que a 1ª metade foi paga fracionada, contrariando a lei trabalhista. A correção da entrega da cesta básica também será cobrada, devendo ser garantida dentro do mês, coisa que não ocorreu em novembro e houve atrasos anteriormente.

“Sabemos que a gráfica vem passando por dificuldades financeiras, mas a situação no atraso do pagamento dos direitos coletivos da classe, como a cesta básica, e, agora no salário do empregado, não podem continuar. Há leis e elas devem ser respeitadas”, diz Leandro Rodrigues, presidente do Sindigráficos. Pela Convenção Coletiva de Trabalho dos Gráficos, por exemplo, o pagamento salarial deve ser feito até o dia 5 de cada mês. E ainda define uma multa de R$ 54,35 por cada dia de atraso. O dinheiro da multa é do trabalhador. Assim, como a empresa só pagou o salário no dia 6, ela deve a cada funcionário esta multa. O sindicato vai cobrar hoje.

Leandro explica que foi preciso o sindicato se mobilizar no dia 6 na frente da Cunha Facchini com os trabalhadores para confirmar o pagamento do salário de todos. A entidade recebeu a denúncia no dia anterior de que os gráficos só tinham recebido R$ 200 e a promessa de pagamento no outro dia. Por esta razão, a fim de que tudo fosse resolvido efetivamente, alguns sindicalistas partiram em proteção dos funcionários do local, sendo pagos.  Houve denúncias também de que a 1ª parte do 13º foi paga em pedaços.

A fim de verificar se tudo foi devidamente pago, inclusive a cesta básica do mês passado e do atual, bem como para evitar novo atraso no salário de dezembro e no restante do 13º dos trabalhadores, o Sindicato cobrará uma posição antecipada da empresa durante a reunião desta quarta-feira.

O Sindigráficos aguarda também a conclusão do processo de associação dos gráficos da Cunha Facchini que ainda não são filiados à entidade. O sindicato conversou com cada um durante a ação na semana passada na porta da empresa. Muitos pegaram fichas de sindicalização para deixarem o sindicato fortalecido para poder continuar na luta em defesa da classe.