Sindicato cobra uma posição concreta da RIGESA

O Sindicato dos Gráficos de Jundiaí e região se reunirão hoje com os representantes da empresa RIGESA, em Valinhos, para negociar um PDV e debater sobre a proposta de extensão de benefícios para todos os que forem demitidos.
A RIGESA anunciou no final de abril o fim de suas atividades gráficas na unidade de Valinhos.
A empresa anunciou que passaria a focar suas atividades no segmento da indústria química e afirmou que iria aproveitar a maioria da mão de obra. O Sindicato vai cobrar!!!
Segundo representantes da RIGESA, esta decisão foi tomada pelo alto escalão do grupo, onde as mudanças também afetarão as unidades na Europa. Trata-se de uma mudança de estratégia, onde o grupo passará a focar o segmento da indústria química, passando a fabricar bombas spray, pulverizadores, válvula, gatilho para cosméticos e farmacêuticos. Também foi informada que estão transferindo a Calmar Brasil Produtos Plásticos Ltda para o prédio da gráfica na unidade de Valinhos.
A diretoria do Sindicato dos Gráficos de Jundiaí e Região tentou de todas as maneiras reverter a situação, porém continua apoiando os trabalhadores e negociará um pacote de benefícios para todos os companheiros que não continuarem na empresa. Também negociará a continuidade dos companheiros nesta nova atividade do grupo, além de cobrar uma posição da empresa para todos os trabalhadores com estabilidade de emprego, com atividades restritas, os afastados pela Previdência Social, Cipeiros, dirigentes sindicais e os trabalhadores em vias de aposentadoria.
Também já disponibilizamos nosso banco de currículos no intuito de ajudar os companheiros a uma nova recolocação no mercado de trabalho