SINDIGRÁFICOS ACIONA RH DA REDOMA DIANTE DE DENÚNCIAS DE ASSÉDIO E DISPONIBILIZA SETOR JURÍDICO PARA GRÁFICOS

Na última semana, trabalhadores do Acabamento da gráfica Redoma não suportaram mais as agressões verbais sofridas durante seus expedientes e denunciaram a situação constrangedora/abusiva ao sindicato da classe (Sindigráficos). Em análise preliminar, a entidade descobriu que o assédio denunciado ocorre quando a encarregada do setor precisa se ausentar. Todas as reclamações apontam que o abuso de autoridade é praticado por uma operadora, igual às demais da produção, quando esta assume temporariamente a chefia então ausente. O Sindicato acionou o Recursos Humanos da empresa para analisar a situação com a direção e coibir tal prática abusiva e já colocou o jurídico da entidade à disposição da classe.   

“Não temos uma denúncia sequer sobre a encarregada deste setor. Logo, é importante que a empresa apure e corrija rápido qualquer falha quando ela é substituída por alguém que desconhece que agressão verbal para pressionar os profissionais a produzirem é uma prática abusiva e é crime”, alertou Jurandir Franco, diretor sindical, para o RH da Redoma no bairro do Polvilho em Cajamar. A empresa tem aproximadamente 40 gráficos.

O Sindigráficos adianta que se qualquer um dos trabalhadores quiserem e tiverem provas dos abusos cometidos, o setor Jurídico da entidade não se furtará de acionar o Poder Judiciário. “Alguns profissionais inclusive já nos informaram que têm provas e não mais aceitaram os abusos por uma colega de trabalho com a mesma função das demais”, conta Jurandir. O dirigente aproveita e convida os trabalhadores ainda não associados para que se filiarem ao sindicato. O sindicalizado não tem custos com serviços jurídicos ou qualquer outro tipo de assistência pela entidade da categoria.

Campanha salarial – Jurandir convida todos os gráficos da Redoma ou de outras empresas de Cajamar, Jundiaí, Vinhedo e região, sejam sócios ou não, a participarem da assembleia de abertura da campanha salarial da categoria neste domingo (14), às 9h. A atividade, que será realizada na sede regional de Jundiaí, definirá a pauta de reivindicação da classe. O reajuste salarial será mais cedo este ano em função da antecipação da data-base dos gráficos paulistas de 1º de novembro para 1º de setembro. Logo após a assembleia, os gráficos sindicalizados poderão participar do torneio de Trunco e Dominó. As duplas campeãs receberão premiações.