SINDICATO DEBATE BONIFICAÇÃO PARA GRÁFICOS DIANTE DOS RESULTADOS DA EMEPÊ E GARANTIA DE JORNADA MENOR

A partir de 2018, um bônus financeiro maior do que o determinado pela Participação nos Lucros e Resultados (PLR) da Convenção Coletiva de Trabalho dos gráficos paulistas deve ser definido para os funcionários da Emepê, em Vinhedo – local que tem muitos gráficos sindicalizados. A medida é um pleito antigo dos trabalhadores. E voltou a ser negociada, há poucos dias, entre o Sindicato da classe (Sindigráficos) e a empresa. Já houve alguns entendimentos. Terá outra nova reunião no dia 20 de novembro. Enquanto duram as negociações, ficou acordado que a PLR deste ano será superior a da convenção. R$ 723 já foram pagos aos 250 funcionários no último dia 5. O valor equivaleu a 1ª parcela da PLR em 2017. O restante será pago em fevereiro. Houve ainda sinalizações de ambas as partes de antecipar a negociação para a renovação do Acordo  Coletivo de Trabalho, onde há redução de jornada, dia do gráfico e etc..

Quanto ao valor da 2º parte da PLR 2017,  será de R$ 699,50 acrescido do percentual a ser definido na campanha salarial, que está para iniciar. E, a partir de 2018, deve ser implantado o Programa de Participação dos Resultados (PPR). A fim de evitar problemas para a definição das suas metas de produção e no respectivo alcance delas por cada setor dentro da empresa no decorrer do ano, os dirigentes do sindicato, como Marcio Carvalho e Antônio Amância, ambos gráficos da Emepê, ressaltaram que todas as máquinas precisam estar operacionalmente adequadas.

O assunto da manutenção das máquinas acabou se tornando o objeto da reunião. Com  isso, até o dia 20 de novembro, conforme o acordado, todas as máquinas devem estar qualificadas. A partir de então e através de um sistema digital de gestão das metas, já operacional na empresa, volta-se o debate sobre a implementação da PPR 2018 e sua comissão formada por diretores da empresa, do Sindigráficos e dos empregados – equipe responsável pela definição das metas e o seu acompanhamento.

Em relação ao acordo de jornada de trabalho no local, que já vence em novembro próximo, a Emepê e o Sindigráficos demonstraram interesse em negociar a renovação. As tratativas podem ocorrer antes da reunião do dia 20 do referido mês de encerramento do acordo.

Na ocasião, eles voltarão a tratar da apuração de queixas de gráficos feitas ao sindicato sobre possíveis pressões para fazerem um curso antes de seus turnos de trabalho. A gráfica apurou a situação e nega a denúncia. Há inclusive uma política interna de RH no local onde valoriza todas as denúncias. O sindicato continuará apurando e dará por encerrado se nada mais surgir.