SINDIGRÁFICOS LOCALIZA EMPRESA DE EMBALAGEM IMPRESSA EM BRAGANÇA, AINDA NÃO ENQUADRADA ENQUANTO GRÁFICA

Em contato direto com os trabalhadores durante diligências nas gráficas de Bragança Paulista, o Sindicato da categoria (Sindigráficos) localizou a Acetech. A empresa atua com a impressão de embalagens flexíveis para o mercado de PETs. Embora já esteja em funcionamento, não há registro da unidade na entidade sindical referente ao enquadramento da empresa, reconhecendo as suas atividades e os trabalhadores enquanto gráficos. O Sindicato já decidiu que vai notifica-la extrajudicialmente para tratar do caso .

“O objetivo da notificação é para confirmamos a informação de que existe a impressão de embalagens e trabalhadores neste segmento. Caso seja confirmado, trata-se, portanto, de uma das atividades econômicas da área gráfica, onde demonstraremos a questão também tecnicamente”, informa Leandro Rodrigues, presidente do Sindicato, que já acompanha o caso.

As primeiras informações da existência da Acetech foram trazidas pelo gráfico e sindicalista em Bragança Paulista, Walter Correia. Ele distribuía o jornal do Sindigráficos quando tomou conhecimento da empresa. “Em caso de confirmado a existência de atividades da indústria gráfica, ela terá de oficializar o seu enquadramento sindical no ramo, a fim de que os seus trabalhadores sejam reconhecidos como gráficos”, esclarece Leandro.

O dirigente explica que o processo é simples. A Acetech atende o pedido de reuniu extrajudicial do Sindicato para com base em questão técnica, verificar se a atividade industrial desenvolvida é do segmento gráfico ou não. Caso seja confirmada, basta oficializar junto ao sindicato seu devido enquadramento sindical de forma espontânea, sem ônus financeiro ou de outra espécie. O prejuízo ocorre apenas quando através da esfera judicial.

“Aconselhamos a Acetech que se reúna conosco para analisarmos juntos a situação e avançamos no que for confirmado, inclusive, se for o caso, já começar a cumprir a Convenção Coletiva de Trabalho dos gráficos”, diz Leandro. A convenção é o conjunto de direitos coletivos da categoria, que toda gráfica é obrigada a seguir. O objetivo do sindicato é defender todo o interesse dos gráficos. Logo, visitas devem ser feitas aos trabalhadores.