SINDICATO FECHA CERCO À EMPRESA HERMES QUE NEGA CESTA BÁSICA DOS GRÁFICOS MESMO SENDO OBRIGADA

hermes1 hermes2

Acaba neste sábado (31) o prazo estabelecido pela entidade de classe (Sindigráficos) à Gráfica Hermes, em Itatiba, no interior do Estado, para a empresa prestar esclarecimentos sobre irregularidades trabalhistas e apresentar as adequações para a questão. A partir da próxima semana, a entidade promete levar o caso para o Ministério do Trabalho se nada for sinalizado. A gráfica não entrega a cesta básica mensal aos seus funcionários, conforme é obrigada pela Convenção Coletiva da classe. A empresa também paga o salário mensal na data errada. Ao invés de ser no dia 5 de cada mês, contraria a Convenção para pagar no 5º dia útil. O sindicato exige a correção imediata e o pagamento de multa pelo atraso. O pagamento da Participação nos Lucros e Resultados (PLR) é outra bronca. A empresa só começou a pagar este ano. O Sindigráficos exige que seja pago dos anos anteriores. Pelas regras do direito trabalhista, a gráfica é obrigada a pagar por pendências de até os últimos cinco anos.  

hermes1“Esperamos que o patrão venha conversar conosco. Este é o melhor  caminho a ser seguido, porque é o caminho legal”, diz Jurandir Franco, diretor do Sindigráficos que acompanha o caso desde quando recebeu as primeiras denúncias no início do mês. Há duas semanas, o sindicato protocolou um ofício na empresa com uma solicitação de reunião para resolver as queixas de irregularidades trabalhistas. Até o momento, não houve retorno da gráfica. Se assim continuar, o Sindigráficos levará o caso para o Ministério do Trabalho e Emprego. Lá, o órgão convocará a empresa e o sindicato para tratar da questão. E, em caso de ausência, poderá fiscalizar a empresa in loco, com base na indicação do sindicato.

Apesar da gráfica ser de pequeno porte, com apenas cinco funcionários, a empresa deve cumprir com todas as obrigações trabalhistas. “Não tem essa de pequena, média ou grande empresa. Lá têm gráficos e somos o sindicato dos gráficos, eis a razão de existirmos e os defenderemos até o fim, independente do tamanho da empresa”, diz Leandro Rodrigues, presidente do Sindigráficos. Por sua vez, o dirigente lembra aos gráficos que a entidade sindical também depende dos trabalhadores para viver e ficar mais forte através da sindicalização. A filiação pode ser feita pelo site do Sindigráficos, assim como as reclamações de irregularidades. O sigilo é garantido. Sindicalização pode ser feita no FIQUE SÓCIO. Já as denúncias através da aba LINHA DIRETA na página principal do site.