ÓRGÃO DA ONU DEFINE: TEMER TEM ATÉ NOVEMBRO PARA EXPLICAR VIOLAÇÕES A TRABALHADORES COM A NOVA LEI

Depois do Brasil entrar a lista suja da Organização Internacional do Trabalho (OIT), órgão ligado à ONU,  como um dos principais países violadores dos direitos trabalhistas, o governo Temer e seus partidos aliados que aprovaram a retrógrada nova lei do trabalho sofreram uma nova derrota na OIT, na última semana. É que a “Comissão de Aplicação de Normas da Organização Internacional do Trabalho apresentou em Genebra o Projeto de Conclusão sobre o Caso Brasil, pela qual o governo terá que encaminhar à Comissão de Peritos da organização, até novembro deste ano, explicações sobre a reforma trabalhista, respondendo à denúncia de que a Lei 13.467/2017 fere a Convenção 98, que trata do direito de negociação coletiva e de organização sindical dos trabalhadores e trabalhadoras. 

 

FONTE: Com informações do DIAP