Tag Archives: Convenção Coletiva do Trabalho

Atenção gráficos, é hora de se preparar para a luta

10413361_613868648722830_4444104823941421523_n

O setor patronal deixa claro que pretende restringir o máximo o Aumento Real, além disso, não está propenso a avançar em Cláusulas Sociais da nossa CCT

Na 1ª Rodada de Negociações Coletiva de Trabalho entre a FTIGESP (Federação dos Gráficos do Estado de São Paulo) e o Sindicato Patronal (SINDIGRAF), realizada no dia 7 de outubro em São Paulo, negociadores do setor Patronal sinalizaram em manter as Cláusulas atuais da Convenção Coletiva do Trabalho vigente e só discutir as questões Econômicas. Os gráficos não concordam e querem mais!

A categoria gráfica reivindica 6% de aumento real e 100% da inflação acumulada no período de 1º de novembro de 2013 e 31 de outubro de 2014, além da manutenção de cláusulas preexistentes na Convenção Coletiva. Os gráficos também querem uma solução para a rotatividade nas empresas, que cresceu 82% em 2013.

“Ficou bem identificado pelo Sindicato Patronal que eles não estão propensos a ceder nada, daí porque é necessário ficarmos atentos e nos prepararmos para a luta”, informa Leonardo Del Roy, presidente da Federação.

FIQUE ATENTO: Cláusula 37ª da CCT

Garantias Salariais na Rescisão do Contrato de Trabalho

O trabalhador no ato de sua rescisão tem seus direitos garantidos na cláusula 37ª da convenção coletiva do trabalho. Veja como resguardá-los e garantir que a empresa não atrase a sua homologação em três pontos importantes.

– O pagamento das verbas rescisórias deverá ser pago conforme artigo 477: “Dez dias contados da data do aviso de dispensa ou o desligamento”;

– Em caso de atraso por falta de recolhimento do FGTS (também haverá à multa) a empresa pagará a multa conforme artigo 477 da CLT, estipulado no parágrafo 5º da cláusula 37ª em questão;

– Na negociação salarial coletiva a empresa tem 10 dias após o fechamento dessas negociações acima para pagar as verbas rescisórias complementares sob incorrer na mesma multa um salário vigente, conforme parágrafo 6º, da referida cláusula.

– A Convenção Coletiva do Trabalhador está disponível na íntegra no site do Sindicato. Clique aqui para acessá-la.