Tag Archives: Mead Westvaco Corporation

Trabalhadores da RIGESA apoiam contraproposta do Sindicato

DSC_0021

Com o fim das atividades gráficas na unidade de Valinhos da multinacional RIGESA, do grupo Mead Westvaco Corporation, anunciada no dia 29 de abril, o Sindicato dos Gráficos de Jundiaí e Região luta para melhorar os benefícios anunciados pela empresa aos trabalhadores que serão demitidos em setembro, além de reivindicar que a maioria da mão de obra seja reaproveitada. Com a mudança, aproximadamente 200 trabalhadores podem ser afetados.

Na madrugada de hoje até o início da tarde, a direção sindical dos Gráficos realizou assembleias na porta da fábrica com a presença dos trabalhadores do tuno da noite, manhã e tarde, incluindo os funcionários do setor administrativo, feito inédito. O presidente do Sindicato, Leandro Rodrigues, apresentou a proposta da empresa negociada na última segunda-feira, dia 10, e a contraproposta do Sindicato. A maioria aprovou a segunda opção.

A contraproposta do Sindicato será negociada com a direção da empresa na próxima terça-feira, dia 18, e caso não haja acordo os trabalhadores gráficos da RIGESA concordaram cruzar os braços por tempo indeterminado.

“Os trabalhadores estão totalmente desmotivados porque sabem que irão trabalhar apenas até setembro, porém a empresa possui contratos para cumprir até lá e precisa deles para entregar as encomendas. Se a empresa quer que os trabalhadores deem conta da demanda até o fim das atividades então vão ter que melhorar os benefícios, porque se não vamos parar as máquinas e a empresa não vai conseguir honrar seus contratos e pode receber uma multa alta dos clientes por isso”, afirma Leandro Rodrigues.

Entre outros itens da contraproposta apresentada pelo Sindicato inclui o Plano de Demissão Voluntária (PDV), que na opinião do Sindicato é fundamental ser aprovado nesse momento. Também deixou claro que a contraproposta também é válida para todos os trabalhadores que continuarem trabalhando na empresa por seis meses, posteriores a mudança de atividade, garantindo os benefícios caso não se adaptem a nova atividade.

FIM DAS ATIVIDADES

O fim das atividades gráficas da RIGESA na unidade em Valinhos está relacionada as mudanças de estratégica da empresa, que também afetarão as unidades na Europa. O grupo MWV passará a focar o segmento da indústria química, passando a fabricar bombas spray, pulverizadores, válvula, gatilho para cosméticos e farmacêuticos. Também foi informada que estão transferindo a Calmar Brasil Produtos Plásticos Ltda para o prédio da gráfica nesta unidade.