Tag Archives: Sindigráficos

Chapa 1 recebe 94% dos votos e dá continuidade a luta

Chapa-1

A Chapa 1 foi reeleita com 94% dos votos válidos pelas eleições do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Gráficas, Jornais e Revistas de Jundiaí e Região. Dos 1.001 votos computados, o grupo liderado por Leandro Rodrigues da Silva recebeu 941 votos. Nulos e brancos somaram 60 votos no total.

O resultado das eleições sindicais confirma o terceiro mandato de Leandro Rodrigues como presidente do Sindicato dos Gráficos de Jundiaí e Região. O líder dos gráficos na região está na presidência da entidade desde 2005 e seu terceiro mandato é válido até 2017. “A Chapa 1 completou 10 anos de atuação no Sindicato este ano. Estamos satisfeitos porque apesar de completarmos 10 anos a frente do Sindicato temos 94% de apoio de nossos associados”, declara Silva.

A nova diretoria assume o Sindicato a partir de agosto deste ano. O presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores da Indústria Gráfica, Leonardo Del Roy, aprovou a escolha da nova diretoria dos Gráficos de Jundiaí e Região e espera que ela dê sequencia ao bom trabalho realizado nos últimos anos. “O Sindicato dos Gráficos de Jundiaí e região já passou por momentos difíceis, mas após esta diretoria ter assumido o sindicato retomou suas lutas e conquistou muitos benefícios à categoria”, diz.

As eleições sindicais foram realizadas quinta e sexta-feira e as urnas foram espalhadas por 27 cidades da região. Dos cerca de 1.600 associados, 1.001 trabalhadores compareceram para votação. A apuração dos votos ocorreu na sede da entidade em Jundiaí com a presença dos presidentes do Sindicato dos Gráficos de Campinas, Piracicaba, Sorocaba, Santos, ABC, Guarulhos e Taubaté. Além de lideranças sindicais da CUT (Central Única dos Trabalhadores), Sindicato dos Bancários, Construção Civil, Alimentícios e Bebidas e o vereador Paulo Malerba.

Começou as eleições sindicais para escolha da nova diretoria

Cajamar

De hoje até amanhã, dias 23 e 24, o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Gráficas, Jornais e Revistas de Jundiaí e Região realiza as eleições para escolha da nova diretoria. A Chapa 1 é o único grupo apto para disputar o pleito e está prevista a participação de cerca de 1.500 trabalhadores gráficos, distribuídos por 27 cidades da região.

Haverá 12 urnas coletoras e elas estarão distribuídas pela sede em Jundiaí e pelas subsedes localizadas em Cajamar e Vinhedo. Também haverá urnas fixas nas empresas Jandaia, em Jundiaí, e Log & Print, em Vinhedo. Além das urnas itinerantes que percorrerão as cidades ligadas ao Sindicato.

A organização, coleta e contagem dos votos serão de responsabilidade do atual presidente Leandro Rodrigues Silva, seguindo os trâmites legais do estatuto da entidade. “Todo o processo eleitoral será transparente, com a participação dos trabalhadores sindicalizados”, explica Silva.

A apuração dos votos iniciará após todos os trabalhadores contribuírem com seus respectivos votos. Podem votar todos os trabalhadores sindicalizados até o dia 22 de fevereiro de 2013 e com as mensalidades em dia. Para votar, basta apresentar um documento com foto.

Sindicato e CUT visitam assentamento em Cajamar

Assentamento

Presidente do Sindigráficos ao lado dos trabalhadores rurais do assentamento

Na última sexta, dia 17, o presidente do Sindicato dos Gráficos de Jundiaí e Região, se reuniu com as lideranças do MST (Movimento dos Sem Terra) no assentamento D. Pedro Casaldagua, localizado no bairro Porunduva, em Cajamar.

O presidente da CUT São Paulo, Adi dos Santos Lima, e o diretor da CUT regional, Vitor Machado, também estiveram presentes e se comprometeram a ajudar o Sindicato na realização do seminário sobre técnicas de produção e escoação. Este seminário será ministrado em Jundiaí em parceria com a USP (Universidade de São Paulo) e visa ajudar os trabalhadores do campo com técnicas de plantio e a comercialização de alimentos.

“É muito importante à união entre os trabalhadores do campo e da cidade, pois no fundo pertencemos à mesma classe, a classe trabalhadora”, afirma Rodrigues.

O presidente do Sindicato Gráfico e o diretor regional da CUT já haviam se reunido no último dia 18 de abril no assentamento Comuna da Terra Irmã Alberta, localizado no km 29 da rodovia Anhanguera, na divisa entre Cajamar e São Paulo.

UNIVERSIDADE PÚBLICA

Ainda na sexta, Leandro Rodrigues e Vitor Machado, também se reuniram com o vice-prefeito de Jundiaí, o companheiro Durval Orlato (PT), para discussão do projeto “CUT Cidadã”, previsto para ser iniciado em Jundiaí. Na ocasião Orlato também garantiu que a cidade tem grandes possibilidades de receber uma universidade pública.

Sindicato dos Gráficos completa 53 anos e vira referência na região

Selo-53anos (1)

No próximo dia 25 de maio, o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Gráficas, Jornais e Revistas de Jundiaí e Região completa 53 anos de fundação. E para lembrar esta data, a diretoria lança o selo comemorativo de aniversário.

A história do movimento gráfico em Jundiaí começou em 1958, quando os operários gráficos começaram a se organizar através da Associação dos Trabalhadores Gráficos fundada no dia 18 de abril daquele ano e que tinha como presidente Jurandir Macedo. Dois anos depois, iniciava-se oficialmente a luta dos Gráficos de Jundiaí, liderados pelo companheiro Plínio Finardi.

Naquela época, o movimento sindical de Jundiaí já era referência no país com os trabalhadores ferroviários, que já haviam realizados grandes greves. Os gráficos de Jundiaí estavam inseridos dentro do movimento intersindical que era bastante articulado e os trabalhadores da categoria já discutiam a redução da jornada de trabalho, piso da categoria e vários itens existentes na Convenção Coletiva do Trabalho.

MARCO HISTÓRICO

Duas grandes greves marcaram o movimento sindical gráfico em Jundiaí. A primeira ocorreu em 1983, quando os trabalhadores cruzaram os braços por uma semana reivindicando melhores salários e ampliação dos seus direitos. A greve foi julgada legal e a maior conquista foi a união e consciência que a categoria adquiriu naquela luta.

Entre 1993 e 1994 mais uma vez os gráficos de Jundiaí paralisaram as atividades. Trabalhadores das empresas Araguaia, JundAlfa, Globo e outras pararam suas atividades e lutaram por aumento salarial e o fornecimento de cestas básicas, item que até hoje faz parte da CCT da categoria.

NOVA DIRETORIA

A partir de 2003, o Sindicato dos Gráficos de Jundiaí e Região passou por grandes mudanças administrativas que resultou na ampliação do número de associados em mais de 500%. Em 2006, os gráficos inauguraram a nova sede na rua Prudente de Moraes e consequentemente as subsedes em Caieiras e Cajamar. Em 2011, outro grande sonho foi realizado com a aquisição de uma colônia de férias em Itanhaém, nomeada de “Recanto dos Gráficos”.

Para o atual presidente Leandro Rodrigues, a postura diferenciada adotada pela atual diretoria nos últimos 10 anos culminou em uma participação maior na luta operária e bastante solidária com os movimentos sociais. “Os gráficos passaram a ser uma grande referência para outras categorias”, destaca.

ELEIÇÕES SINDICAIS

Nos dias 23 e 24 de maio haverá as eleições para escolha da nova diretoria do Sindicato dos Gráficos de Jundiaí e região. A disputa terá um grupo único concorrendo, a Chapa 1 e está prevista a participação de cerca de 1.500 trabalhadores gráficos, distribuídos por 27 cidades da região