TRABALHADORES DA JANDAIA TERÃO DIA DO GRÁFICO E SINDIGRÁFICOS EVITOU PREJUÍZOS COM O FIM DE ACORDO

1

O Dia Nacional do Trabalhador Gráfico, celebrado no dia 7 de fevereiro, é feriado para a classe em alguns estados brasileiros, mas, infelizmente, não é em São Paulo. Este feriado, no entanto, é garantido em diversas gráficas de Jundiaí e Região, por meio da intervenção do sindicato local (Sindigráficos). Os novos gráficos que terão direito a folga remunerada são os funcionários da Jandaia, em Caieiras. Após vários anos na luta, a empresa aceitou incluir o benefício em um Acordo Coletivo de Trabalho (ACT). Falta somente a aprovação dos gráficos. Uma assembleia será marcada em breve. A conquista do Dia do Gráfico resultou da exigência do Sindigráficos após o Ministério Público do Trabalho (MPT) cancelar o atual ACT. Este acordo definia o horário de trabalho dos funcionários e o sistemático revezamento mensal entre eles nos três turnos do local, bem como uma folga mensal remunerada para aqueles gráficos do 2º turno.

2Diante da proibição do MPT aos termos do ACT, cujos o Sindigráficos avalia que eram razoáveis e mais democráticos para os trabalhadores,  pois permitia o revezamento mensal entre turnos, garantindo inclusive a folga mensal quando trabalhava no 2º turno, a entidade agiu rápido para evitar prejuízos ainda maiores com o rompimento sumário do acordo.

Os sindicalistas temiam que a empresa definisse arbitrariamente os turnos para os gráficos, suspendesse a folga remunerada do 2º turno e que não compensasse os empregados em nada com o término do atual ACT. Foi então que o Sindicato exigiu a inclusão do Dia do Gráfico no novo ACT, sendo aceito pela Jandaia, bem como mais exigências feitas na ocasião.

“Além do feriado do Dia do Gráfico, um benefício exigido por todos, nós  conseguimos definir um novo acordo que manterá a folga remunerada aos trabalhadores do 2º turno, pois é o horário com maior jornada”, diz o presidente do Sindigráficos, Leandro Rodrigues. O dirigente evitou ainda outro prejuízo. A Jandaia não fará a seleção sumária dos turnos. Cada funcionário escolhera o horário. A prioridade da opção será dos gráficos mais antigos na empresa, caso exceda a escolha por um mesmo turno.

3Uma assembleia com os gráficos será realizada nos próximos dias para a avaliação dos termos do novo acordo. Haverá votação. O Sindigráficos lamenta pelo fim obrigatório do antigo ACT por exigências do MPT. Por outro lado, a entidade fez o seu papel ao manter a folga para os gráficos do 2º turno e dar a todo funcionário o poder de escolher o horário de trabalho. A preocupação e atuação do Sindigráficos evitou um prejuízo maior para a classe, bem como aproveitou o cenário para ampliar seus direitos com a inclusão da feriado do Dia do Gráfico também na Jandaia.