TRABALHADORES DECIDEM SE FILIAR AO SINDIGRÁFICOS APÓS GARANTIR DIREITO E SALÁRIO DA CATEGORIA NA BRASGRAPHIC

Os trabalhadores da Brasgraphic, empresa em Valinhos que acaba de se reconhecer como uma gráfica, em atendimento ao pleito do Sindicato da classe (Sindigráficos), tiveram o salário reajustado este ano, já a partir da folha de pagamento de janeiro. O enquadramento sindical no local ainda garantiu o conjunto de direitos da classe, contido na Convenção Coletiva de Trabalho da categoria. A cesta básica mensal foi um deles. Receberam o benefício alimentício, antes não entregue, e continuarão a ganhar todo mês. Em reconhecimento a ação sindical, todos os profissionais decidiram que se sindicalizarão. Uma reunião ocorreu com eles na própria empresa.  

“Fomos até a Brasgraphic, no final do último mês, monitorar se os salários e direitos da categoria estariam garantidos para os trabalhadores diante do então enquadramento sindical da empresa”, informa Jurandir Franco, diretor do Sindigráficos. A empresa garantiu que tudo seria devidamente cumprido a partir da folha de pagamento de janeiro, e mantida depois. O salário foi inclusive reajustado, não podendo ser mais inferior que o piso salarial dos gráficos. Com isso, o menor salário passou para R$ 1.630,20.

A cesta básica, que é outro direito convencionado da categoria, também já está em ordem. A empresa garantiu a sua distribuição no fim do último mês. E, a partir de então, assumiu o compromisso de entrega-la todo mês. Tal direito inclusive deve atender todos os critérios postos na convenção em relação a quantidade dos produtos e também referente à qualidade.

As conquistas só foram garantidas agora por conta da existência e ação do Sindigráficos. Em meados de 2018, o Sindigráficos descobriu que os profissionais na Brasgraphic não eram reconhecidos enquanto gráficos, negando-os os direitos e salários da categoria. A descoberta fez o órgão sindical cobrar a correção da empresa com base na demonstração de que as atividades eram ligadas ao segmento gráfico, devendo ela reconhecer.

Após estudos pertinentes dentro da empresa, tudo está sendo esclarecido agora em defesa dos profissionais gráficos do local. “Repassamos nossa atuação para estes trabalhadores em reunião com eles na Brasgraphics em janeiro. Todos decidiram se sindicalizar em reconhecimento inicial ao nosso serviço efetivo que levou a equiparação salarial e mais direitos para eles. E continuaremos defendo-os, mostrando a importância de estarem associados, fortalecendo o sindicato para continua em defesa da classe”, diz Jurandir. Sócios inclusive têm condições especiais para hospedagem no Recanto dos Gráficos, localizada no município litorâneo de Itanhaém.