VITÓRIA: TRIBUNAL NEGA REDUÇÃO NO PISO SALARIAL DE PROFISSIONAIS DE COMUNICAÇÃO E AMPLIA SALÁRIOS

No nono dia de greve contra a redução de 40% no piso salarial, os jornalistas e as jornalistas de Alagoas aprovaram, por unanimidade, encerrar a paralisação nesta quarta-feira (3) e voltar aos trabalhos nesta quinta-feira (4). A decisão foi tomada em assembleia, em frente ao Tribunal Regional do Trabalho (TRT), onde a categoria permanecia acampada desde as primeiras horas do dia para esperar o resultado do julgamento do dissídio, que incluía a pauta da redução salarial, proposta pelas três maiores empresas de comunicação do estado. O TRT decidiu negar a proposta das TVs Gazeta (Rede Globo), Pajuçara (Rede Record) e Ponta Verde (SBT) de reduzir o valor do piso salarial dos jornalistas em 40%, e ainda afirmou que ela é inconstitucional e vergonhosa. A Justiça do Trabalho decidiu também pelo aumento do piso da categoria em 3%. Com a decisão unânime dos desembargadores, o piso salarial passa a ser de R$ 3.672,22.

“Voltamos a trabalhar amanhã com a mesma garra que antes ou até mais animados, vestindo a camisa das empresas que trabalhamos. Os patrões se uniram para cortar nossos salários e os trabalhadores se uniram para dizer não ao corte salarial e vencemos a batalha”, disse Wadson Correia, repórter da TV Ponta Verde, afiliada ao SBT.

FONTE: Com informações da CUT