SINDIGRÁFICOS VISITA EMPRESAS NOVAS NA REGIÃO, A EXEMPLO DA SENSIBLE, E AS ORIENTA SOBRE AS ATUALIZAÇÕES DO VALE-COMPRAS

A clicheria Clicherlux (Valinhos) com 70 gráficos enfrentou a pandemia e já tem produzido bastante neste ano. Como muitas empresas, contou com o empenho dos seus trabalhadores para superação. Mas, antes da crise sanitária, precisou se reestruturar e chegou até a parcelar o pagamento do FGTS dos empregados, depois de cobrado pelo sindicato pelo atraso. Entretanto, em visita recente do Sindigráficos a profissionais no local, novas queixas já sugiram. A empresa foi notificada sobre o FGTS de todos. LEIA MAIS

A Sensible chegou a região durante a pandemia. Completará dois anos de enquadrada como gráfica em janeiro. “Damos as boas-vindas e estaremos às ordens para todo esclarecimento dos deveres em relação à categoria gráfica, com destaque à Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) em vigor, a exemplo da regra da cesta básica. Os trabalhadores podem contar com a gente. Seja sócio. Juntos seremos mais fortes”, diz Leandro Rodrigues, que é o presidente do Sindigráficos.

O Sindigráficos notificou a Sensible sobre a defasagem do vale-compras em desacordo com a CCT da classe. “Estamos no aguardo da resposta da empresa para iniciar o diálogo sobre o assunto. Vamos aproveitar para explicar como funciona a convenção, a qual tem força de lei, superior que a CLT pelo poder do negociado sobre o legislado com o patronal na última campanha salarial”, conta Leandro. Portanto, é preciso corrigir o valor do vale-compras para cerca de R$ 200, ou, se preferir, garantir a cesta básica.

A Sensible tem 20 gráficos. O direito alimentício e dezenas dos demais direitos convencionados acima da CLT estão garantidos a todos porque a empresa faz parte do setor gráfico, e sobretudo porque o Sindicato garantiu a convenção atual. Leandro aproveita para saudar estes novos gráficos da região e os convida a se organizarem sindicalmente para fortalecer a unidade e luta da classe em defesa do salário e dos direitos. Juntos somos fortes. SINDICALIZE!